Headshop: o que são, onde estão e como abrir a sua 

Tempo de leitura: 6 min

Publicado em

Descubra tudo sobre headshops, lojas especializadas em produtos relacionados ao uso de tabaco e cannabis, parecidas com as tabacarias, porém diferentes.

A cada dia abrem novos negócios por todo o Brasil, entre o mundo online e offline, são milhões de novos CNPJs abertos todos os anos pelo país e, uma categoria que cresce muito, são as lojas especializadas na venda de produtos relacionados ao uso de tabaco e cannabis, que levam o nome de headshop.

No artigo de hoje vamos explorar um pouco mais sobre o que é uma headshop, como você pode abrir a sua própria loja e onde você encontra a melhor loja próxima a você.

O que é um headshop?

Como falamos ali no início, uma headshop é uma loja especializada em produtos relacionados ao uso de tabaco e cannabis. E você pode estar se perguntando, então, qual é a diferença entre uma headshop e uma tabacaria.

headshop

A principal diferença entre as duas é que as tabacarias costumam a vender outros tipos de produtos, como presentes, itens de charutaria, entre outros. Já as headshops funcionam com o comércio especializado no universo canábico, sendo mais fácil encontrar produtos para o cultivo da planta do que para o fumo de um charuto, por exemplo.

Apesar de muitas pessoas ainda insistirem que as headshops são um local de uso de drogas, nenhuma delas vende substâncias ilícitas e nem faz incentivo ao uso delas, pelo contrário muitas lojas se especializam em fornecer informações de muita qualidade sobre o assunto.

Um dos principais objetivos das headshops é a educação. Os atendentes entendem muito do assunto e ajudam os consumidores que precisam de instrução sobre benefícios, diferenciais, custo-benefício e muito mais sobre o produto que o consumidor quer comprar. Além disso, já é possível encontrar em algumas no Brasil, mas principalmente no exterior, produtos diversos como livros, revistas, roupas e até o óleo medicinal da cannabis.

A história dos headshops

A história das headshops é muito próxima a história de diferentes varejos que surgiram quando a cultura começou a demandar produtos diferentes. Não entendeu? A gente explica!

A década de 60 é muito conhecida pelas grandes bandas musicais, os festivais e, principalmente, o auge do movimento hippie e do consumo de drogas (que sempre existiu). Foi nesse período que começou a crescer a demanda por produtos acessórios ao uso de diferentes substâncias, assim como a demanda por mais informações sobre esse assunto.

Foi assim que surgiram as headshops, que inicialmente vendiam acessórios como cachimbos e piteiras para o consumo de tabaco e maconha, discos de vinil, roupas e itens decorativos. Com o passar do tempo, essas lojas começaram a ter um papel mais relevante, pois estavam espalhadas por todo o mundo e eram um símbolo da contracultura, pois mesmo sem a venda direta de produtos ilícitos, elas eram parte da campanha contra a criminalização do uso de drogas. Apesar de a maioria dessas lojas não vender nada ilícito, existiam os aventureiros que começaram a vender as drogas em si, como cogumelos alucinógenos e sementes de cannabis.

No Brasil, as headshops começaram a surgir na década de 80, principalmente em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, em que havia uma população consumidora desse tipo de produtos maior, porém sempre enfrentaram muita resistência por parte das autoridades, que viam os produtos vendidos como ilegais. Muitas lojas brasileiras desse início sofriam batidas policiais, tinham seus produtos apreendidos, entre outras ações por parte das autoridades, porém isso nunca parou totalmente os trabalhos.

–> conheça um pouco mais da história das headshops nesse artigo.

Hoje em dia, as lojas continuam sendo um ponto de encontro para pessoas interessadas na contracultura e no universo das drogas e, em especial no Brasil, houve uma adaptação por parte de muitos varejos que viram a importância de vender apenas produtos legais, para garantir sua existência.

O que você pode encontrar em um headshop

Se você está procurando produtos relacionados ao uso de tabaco e cannabis ou mais informações sobre o assunto, um headshop é o lugar certo para você. Elencamos alguns dos itens mais comuns que você pode encontrar:

head shop
  • Pipes e bongs: Nessas lojas costuma a haver uma diversidade grande de produtos metálicos e de vidro, que são os principais materiais dos quais são feitos os pipes e bongs.

–> conheça outras alternativas para fumar, além das sedas!

  • Vaporizadores: Os vaporizadores são dispositivos que aquecem a cannabis ou o tabaco a uma temperatura específica para produzir vapor em vez de fumaça.
  • Sedas: As sedas são folhas finas de papel usadas para enrolar cigarros ou charutos.
  • Piteiras: As piteiras são pequenos tubos usados para filtrar a fumaça dos cigarros ou charutos.
  • Cinzeiros: Os cinzeiros são recipientes usados para coletar as cinzas dos cigarros ou charutos.
  • Isqueiros: Os isqueiros são usados para acender cigarros ou charutos, nessas lojas prepare-se para encontrar uma verdadeira coleção!
  • Dichavadores: O melhor lugar para comprar e comparar os mais diversos tipos de dichavadores são nessas lojas.

Como escolher o melhor headshop

Com tantas opções disponíveis, pode ser difícil escolher o melhor headshop para você. Aqui estão algumas coisas a serem consideradas:

  • Variedade de produtos: Procure um headshop com uma ampla seleção de produtos para escolher. 

–> você sabia que a Kaya Mind tem uma plataforma voltada para o mapeamento de produtos das headshops do Brasil? Conheça aqui.  

Como encontrar o headshop certo para você

Se você está procurando uma headshop específica, existem algumas maneiras de encontrá-lo: 

  • Pesquise online: Use um mecanismo de pesquisa para encontrar headshops na sua área.
  • Peça recomendações: Pergunte a amigos ou familiares se eles conhecem algum bom headshop na área.
  • Visite os bairros alternativos: Se você estiver procurando por um headshop específico, visite os bairros alternativos da sua cidade para ver se há algum lá.

Como abrir o seu próprio headshop

Se você está interessado em abrir seu próprio headshop, aqui estão algumas coisas a serem consideradas: 

Passos para abrir um headshop

  1. Faça uma pesquisa de mercado: Antes de abrir um headshop, é importante entender a demanda por produtos relacionados ao uso de tabaco e cannabis na sua área.
  2. Escolha uma localização: Escolha uma localização para o seu headshop que seja acessível e visível para os clientes.
  3. Obtenha as licenças necessárias: Verifique as leis e regulamentações locais para garantir que você tenha todas as licenças necessárias para abrir um headshop na sua área.
  4. Compre estoque: Compre estoque suficiente para atender à demanda dos clientes.
  5. Contrate funcionários: Contrate funcionários experientes e amigáveis para ajudá-lo a administrar seu negócio.

Considerações legais e regulatórias

Antes de abrir um headshop, é importante entender as leis e regulamentações locais relacionadas ao uso de tabaco e cannabis, no caso do Brasil é muito importante que você conheça também as resoluções da Anvisa, que regulam o uso e divulgação da cannabis medicinal.

Certifique-se de obter todas as licenças necessárias e cumprir todas as leis locais relacionadas à venda desses produtos, em especial no caso da venda de tabaco, existem CNAEs específicos que um varejo precisa ter para que a venda aconteça normalmente. Outro ponto interessante de se observar é que caso você queira fazer a venda de produtos de tabaco e alcóol, existem licenças adicionais a serem verificadas, pois ambos são controlados e possuem limite de idade para venda.

Dicas para o sucesso do seu headshop 

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a administrar um negócio bem-sucedido: 

Com o aumento na oferta de produtos ao redor das milhares de categorias que existem hoje em dia a demanda por lojas especializadas tem crescido e, com o mercado de cannabis, isso não seria diferente, por isso as headshops tem ganhado cada vez mais espaço na cultura moderna. Se você tem interesse em abrir sua própria loja, não deixe de conhecer nossas plataformas voltadas para o segmento e, se você já tem uma loja do segmento, já pensou em cadastrar no diretório de marcas do Anuário de Heashops, Growshops e Marcas 2023.

FAQs

1. Quais são os produtos mais vendidos em um headshop?

Os produtos mais vendidos em um headshop incluem cachimbos, vaporizadores, sedas, piteiras, cinzeiros e isqueiros.

2. Como saber se um headshop é confiável?

Pesquise online as avaliações do headshop ou peça recomendações a amigos ou familiares.

o que e tabacaria

3. É legal abrir um headshop em qualquer lugar?

As leis variam dependendo da localização. Verifique as leis locais antes de abrir seu próprio headshop.

4. Quanto dinheiro é necessário para abrir um headshop?

Os custos podem variar dependendo da localização e do tamanho do seu negócio. Faça uma pesquisa de mercado para ter uma ideia dos custos envolvidos.

5. Como posso me manter atualizado sobre as tendências dos produtos em um headshop?

Siga sites especializados em cultura canábica ou participe de eventos do setor para se manter atualizado sobre as tendências dos produtos em um headshop e acompanhe a Kaya Mind!

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x