Charas: o que é, como é feito, sua origem e história

Tempo de leitura: 5 min

Publicado em

Compreenda mais sobre o mundo mágico do Charas, uma das formas mais antigas de concentrado de cannabis, e aprenda como fazê-lo e usá-lo para uma experiência única.

Em uma realidade como a que vivemos, em que as informações sobre cannabis estão cada vez mais livres, aumenta a curiosidade dos usuários de entender o que são as diferentes formas de consumo da cannabis, em especial o haxixe, que possui muitas variações, como é o caso do Charas. A cada dia, a maconha torna-se mais potente, com algumas cepas atingindo incríveis 30% de THC. No entanto, mesmo usuários experientes às vezes buscam produtos ainda mais fortes, como os diferentes tipos de haxixe, tornando ainda mais importante que exista mais conteúdo sobre esse assunto.

Neste artigo, vamos explorar um segredo antigo da cannabis conhecido como Charas, uma forma de haxixe de alta potência que poucos conhecem hoje em dia, mas é uma das formas mais antigas de se consumir a maconha. Vamos descobrir o que é Charas, sua história rica e como é feita essa substância que tantos usuários têm curiosidade de conhecer.

Afinal, o que é charas?

O Charas, uma das formas mais antigas de concentrado de cannabis, é um tipo de haxixe. É mais bem descrito como uma massa homogênea (uma bola marrom escura) de tricomas e resina que é formada simplesmente esfregando flores frescas de maconha entre as palmas das mãos. A história nos conta que esse concentrado artesanal era consumido principalmente na região que hoje conhecemos como o Nepal, Paquistão e Índia.

charas o que e

O Charas é aclamado como um dos melhores e mais puros métodos de criar concentrados de cannabis, devido a sua ancestralidade. O processo não envolve equipamentos caros de extração ou solventes. Em vez disso, o produtor coloca as flores de maconha entre as mãos e as esfrega os buds delicadamente. A fricção faz com que os óleos ricos em THC (que se concentram nos tricomas) se desprendam das flores e se acumulem nas mãos de quem está fazendo o processo. É dito que os melhores Charas vêm de cepas indígenas da Índia e do Paquistão que crescem em Caxemira, Malana e no Vale de Parvati, pois é desses lugares que se remonta o início dessa tradição.

A história do charas

haxixe indiano história

Existem indicativos de que o Charas existe desde o século 10 na região do Oriente Médio e Índia, enquanto outras formas de haxixe, como o Dry Sift, só começaram a aparecer por volta do século 14-15, isso nos traz evidências de que, possivelmente, essa é uma das formas mais antigas de se extrair os compostos da cannabis.

Nos registros históricos também é possível de ver que o consumo de haxixe é feito por religiosos na Índia, como uma saudação a Shiva a milhares de anos. Inclusive a palavra “Bhaṅgā” em Sanskrito ou “Bhang” em Hindu, seguem sendo uma parte importante da cultura indiana. Shiva é um dos deuses mais populares da Índia e é muitas vezes representado enquanto fuma um Charas no Chillum.

Comparando com o Haxixe: qual a diferença?

O Charas é um tipo de haxixe, porém é considerado um tipo especial já que é um dos poucos feitos a partir da planta fresca e as vezes, até mesmo enquanto ela ainda está plantada. O tipo de haxixe mais conhecido são os derivados das peneiras, sejam secos (dry sift) ou feitos com gelo (ice), e o Charas acaba fugindo desse padrão, uma vez que coletar os tricomas ainda frescos significa que os canabinoides ainda estão em sua forma mais ácida e não sofreram nenhuma oxidação.

Como fazer charas: o método tradicional

Imagem: Sensi Seeds

O método mais comum para fazer Charas é esfregar as flores entre as mãos, extraindo lentamente a resina. Outro método interessante usado na Índia é andar entre as plantas de maconha vestido com roupas de couro; à medida que o material entra em contato com os buds pegajosos, ele coleta os óleos. Com o tempo, a quantidade coletada nessas roupas será tão grande que pode ser raspada e moldada em Charas.

É importante ressaltar que esse método de coleta da resina pode parecer fácil, porém retirar o material das mãos e até mesmo coletar o material sem deixar que folhas e partes vegetais grudem é um grande desafio e requer uma boa quantidade de flor para treino.

E como se consome esse concentrado?

Existem várias maneiras de consumir Charas, desde as tradicionais até as mais modernas, embora os métodos tradicionais geralmente funcionem melhor.

como fumar charas chillum
  • Chillum: Um chillum é a maneira tradicional de fumar Charas, geralmente na forma de um pequeno cachimbo de argila. O Charas é colocado nele e aceso. Como filtro, os usuários colocam uma bola de argila em um pedaço de pano e a posicionam entre o bocal e a extremidade do cachimbo.
  • Charas em um Baseado: O Charas também pode ser fumado em um baseado. Como é bastante úmido, é importante quebrá-lo em pedaços muito pequenos para garantir uma queima uniforme.
  • Bong ou Dab Rig: Usar um bong é semelhante ao método do chillum, mas substitui a pedra de argila por água e outros dispositivos de filtragem. Você precisará de uma chama poderosa e consistente para fumar o Charas adequadamente. Além da configuração tradicional do bong, você também pode usar Charas como outros tipos de concentrados de cannabis em um dab rig.
  • Vaporizador: Embora não seja a maneira mais eficaz de usar Charas devido à sua natureza espessa e úmida, é possível vaporizá-lo. Colocar o Charas entre camadas de material vegetal seco parece produzir os melhores resultados.

Escolhendo as melhores strains de cannabis para fazer charas

Não há regras estritas sobre quais cepas usar para fazer Charas, mas é aconselhável escolher variedades com alto teor de resina. Cepas indicas com origens no Paquistão ou na Índia são uma escolha sólida. Alguns exemplos incluem OG Kush, Northern Lights, Bubble Kush, Royal Gorilla e White Widow.

Em resumo, Charas é um concentrado de cannabis raro e poderoso com raízes antigas. Embora fazer Charas seja um processo demorado e bagunçado, a recompensa é uma experiência de alta qualidade e culturalmente significativa. Se você tem acesso a flores de cannabis frescas e deseja experimentar uma das formas mais antigas de concentrado de cannabis, o Charas é uma escolha fascinante.

Nota: Sempre consuma cannabis e seus derivados com responsabilidade, pois eles contêm níveis elevados de THC e outros canabinoides.

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x