Hábitos para manter uma mente ativa e saudável 

Tempo de leitura: 6 min

Publicado em

Mesmo com tantos estímulos ao nosso redor, a nossa mente vai perdendo a capacidade de se exercitar e funcionar de modo ativo. Por isso, é fundamental desenvolver hábitos saudáveis para deixar a sua mente sempre sadia!

A Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) estimou que existem cerca de 1,2 milhão de casos de pessoas diagnosticadas com Alzheimer no Brasil e cerca de 35,6 milhões no mundo. Essa e outras doenças que afetam a mente ativa estão cada vez mais e comuns são diversos os fatores que as causam, como traumas e experiências vividas, fatores genéticos ou uso de substâncias químicas. 

Existem diversos hábitos que podemos inserir no dia a dia para evitar ou retardar o desenvolvimento de doenças e manter a mente ativa. Vamos nos debruçar e entender como o nosso cérebro funciona, o que acontece quando envelhecemos e como a Cannabis pode ser uma aliada para manter a mente saudável. 

Afinal, como o cérebro funciona? 

O funcionamento do cérebro humano e da mente é um dos campos mais fascinantes e complexos da ciência. O cérebro é o centro do sistema nervoso e é composto por bilhões de neurônios, células que transmitem informações por meio de sinais elétricos e químicos. Os neurônios estão interconectados em uma rede intricada, formando circuitos neurais que processam informações sensoriais, controlam movimentos, regulam funções corporais e estão envolvidos em processos emocionais e cognitivos. 

Mente ativa e saudável

O conceito de mente é mais abstrato e multifacetado. Ele é o produto das atividades cerebrais e engloba processos como percepção, pensamento, emoção, memória, consciência e subjetividade. 

Para ficar mais claro: o cérebro é o órgão físico, enquanto a mente é a experiência subjetiva da consciência e da cognição. 

O cérebro funciona por meio de uma complexa interação entre diferentes regiões, cada uma com funções específicas. Essas regiões são, por exemplo: 

  • Córtex cerebral: Desempenha funções cognitivas superiores, como raciocínio, linguagem e tomada de decisão. 
  • Sistema límbico: Está envolvido no processamento emocional e na formação de memórias. 
  • Cerebelo: Regula o movimento e coordenação. 
  • Tronco cerebral: Controla funções vitais como respiração e frequência cardíaca

A mente pode ser considerada um produto emergente dessa atividade neural do cérebro. Ela surge da interação entre os padrões de atividade neuronal e os processos cognitivos e emocionais. Embora ainda não se entenda como a mente emerge do cérebro, muitas teorias acreditam que surge da interação de informações vindas de diferentes regiões cerebrais e da auto-organização dos padrões de atividades neuronal. 

A nossa mente está ligada à: 

  • Consciência; 
  • Experiência subjetiva; 
  • Relação de estar consciente e ter autoconsciência. 

A mente é um dos maiores mistérios da ciência e da filosofia, e sua natureza ainda não foi completamente compreendida. O que sabemos é que ela está relacionada à atividade cerebral em regiões como o córtex pré-frontal e o córtex parietal, envolvidos na autorreflexão, na tomada de decisão e na consciência de si mesmo e do ambiente. 

O que acontece com a nossa mente enquanto envelhecemos? 

Você já parou para pensar o que acontece com a mente enquanto estamos no processo de crescer e envelhecer? É importante entender como ocorre esse desenvolvimento para incluir bons hábitos na sua rotina, que ajudem a sua mente ativa. 

O desenvolvimento e o envelhecimento da mente são processos complexos que envolvem uma série de mudanças físicas, cognitivas, emocionais e sociais ao longo. Vamos ver as principais características no processo de crescimento: 

Fase da infância e adolescência: 

  •  O cérebro passa por um processo de maturação e refinamento das conexões neurais, conhecido como “poda sináptica”, onde conexões menos utilizadas são eliminadas para fortalecer as conexões mais relevantes. 
  • Há um rápido desenvolvimento das habilidades cognitivas, como linguagem, raciocínio abstrato e habilidades sociais. 
  • A identidade pessoal e social começa a se formar à medida que os jovens exploram e experimentam diferentes papéis e relações sociais. 

Fase adulta: 

  •  A mente está no auge da capacidade de aprendizado, memória e tomada de decisão. 
  • As experiências ao longo da vida moldam a personalidade e as preferências individuais, influenciando o funcionamento da mente. 

Agora vamos entender como funciona a nossa mente no processo de meia-idade e envelhecimento: 

Meia-idade: 

  • Geralmente, há uma estabilidade relativa nas habilidades cognitivas. 
  • Algumas funções cognitivas podem começar a declinar levemente, como a velocidade de processamento e a memória episódica. 
  • Mudanças na vida, como responsabilidades familiares e profissionais, podem afetar a saúde mental e emocional

Terceira idade: 

  •  A memória de curto prazo e a velocidade de processamento podem diminuir. 
  • Alguns idosos podem experimentar dificuldades com multitarefa e concentração. 
  • Fatores como estilo de vida, saúde física e socialização podem influenciar significativamente o envelhecimento da mente. 
  • Muitas pessoas idosas mantêm uma boa qualidade de vida mental, com habilidades cognitivas preservadas e uma riqueza de experiência e sabedoria acumuladas ao longo dos anos. 

Ao longo de toda a vida, a mente é moldada por uma interação complexa entre fatores genéticos, ambientais, sociais e psicológicos. Embora o envelhecimento possa trazer desafios, como declínios cognitivos, muitas pessoas continuam a aprender, crescer e se adaptar, mantendo uma mente ativa e saudável ao longo de suas vidas. 

8 hábitos para manter a mente ativa e saudável 

Agora que você já está inteirado sobre o funcionamento da mente humana e o que ocorre com a nossa mente no desenvolvimento das fases da vida, vamos ao que interessa: as dicas valiosas para manter a sua mente ativa ao longo da vida! 

  1. Faça terapia 

Para muitas pessoas pode parecer besteira, mas a terapia com um profissional qualificado pode mudar a sua vida e forma como você enxerga o mundo e lida com os seus problemas diários. 

Sabemos que pode ser inviável para muitas pessoas, mas existem diversos profissionais que atendem com valores sociais, organizações que realizam atendimento gratuito ou mesmo nas universidades. Além disso, o Sistema Único de Saúde (SUS), também possibilita a realização do tratamento com psicólogos gratuitamente. 

É muito importante ter esse acompanhamento profissional, mesmo que não esteja acontecendo “nada” fora do normal, a terapia pode ajudar a entender diversos aspectos biopsicossociais e melhorar a nossa qualidade de vida e as relações com outras pessoas. 

  1. Alimentação saudável 

Muita gente também já sabe desse tópico, mas uma grande parcela da população não dá o devido valor a uma alimentação rica e saudável. Quando falamos nesse assunto, as pessoas associam à estética do corpo, mas não é apenas nisso que a alimentação impacta. 

Uma dieta balanceada, rica em frutas, vegetais, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis, fornece os nutrientes necessários para a saúde cerebral. 

  1. Tenha um sono adequado 

Ter um sono de qualidade é essencial para a saúde da mente, ajudando na consolidação da memória, na regeneração celular e na função cognitiva. Entenda como o seu organismo funciona e quantas horas de sono são ideais para o seu corpo se sentir descansado. 

Hábitos de mente ativa

Lembre-se de fazer a higiene no sono, pelo menos uma hora antes de deitar. Reduza as luzes do ambiente, não utilize aparelhos eletrônicos, coma alimentos que não façam tanta digestão à noite e leia algum livro que faça com que o seu cérebro descanse e relaxe. 

Você pode fazer uma meditação, yoga ou algum tipo de relaxamento para sinalizar para o seu corpo que está na hora de descansar. 

  1. Manter uma vida social ativa 

A interação com amigos, familiares, no trabalho ou mesmo na comunidade em geral pode ajudar a manter a mente afiada e reduzir o risco de depressão e isolamento social. 

Pode parecer bobagem, mas quando convivemos com outras pessoas, mesmo que por pouco tempo do dia, relaxamos mais e exercitamos a nossa mente por meio da comunicação verbal. 

  1. Pratique atividades físicas regularmente 

A atividade física é benéfica para uma porção de coisas do nosso corpo, como o controle de ansiedade e estresse, redução dos quadros de depressão e no declínio cognitivo do cérebro e da mente. 

A atividade melhora a circulação sanguínea para o cérebro, promovendo saúde cerebral e reduzindo os riscos de doenças degenerativas do corpo e da mente. 

  1. Busque novas experiências 

Explore outras formas de se autoconhecer por meio de novos hobbies como leituras, viagens, atividades culturais e artesanais. 

Além dessas atividades, você pode buscar realizar trabalhos voluntários, dessa forma você pratica o bem, interage com pessoas e cria novas experiências de vida. 

  1. Exercite o cérebro regularmente 

Engaja-se em atividades que desafiem o cérebro, como quebra-cabeças, jogos de tabuleiro, aprendizado de novas habilidades ou mesmo instrumentos musicais. Essas atividades estimulam o cérebro, mantendo-o alerta e ativado por mais tempo. 

  1. Complementos naturais 

Existem muitas vitaminas e complementos que podem ajudar seu cérebro a se manter mais ativo. Além disso, você pode buscar por produtos à base de Cannabis para auxiliar nesse processo, mas lembre-se de que é necessário ter um acompanhamento de um médico especialista para analisar o seu caso e a sua necessidade. 

Como a cannabis pode ajudar a manter a mente ativa? 

A cannabis é uma planta que contém diversos ativos terapêuticos, como os fitocanabinoides, os terpenos e as canaflavinas. Esses ativos interagem com o sistema endocanabinoide, sendo capazes de modular os mecanismos até atingir o equilíbrio do organismo.  

Mente saudável e cannabis

Por meio dessa modulação é que se torna possível o tratamento de condições médicas com cannabis e seus compostos. Os fitocanabinoides CBD e THC, por exemplo, são os mais indicados para tratar diversas condições. 

Como falamos ao longo do conteúdo, diversos hábitos podem ajudar a manter a mente ativa e cannabis medicinal pode interagir de forma complementar para auxiliar na implementação desses hábitos como no alívio do estresse e ansiedade, melhora na qualidade do sono, alívio da dor crônica, melhora em quadros de depressão, problemas de saúde ocular, entre outros. 

No entanto, é importante entender que os efeitos podem ser sentidos de diferentes formas no organismo de cada pessoa, a depender de vários fatores, como problemas de saúde física e mental, quadros de dependência, entre outros.  

Por isso, se você tem interesse em realizar um tratamento com cannabis medicinal, a Kaya Mind Saúde pode te ajudar a encontrar os melhores médicos prescritores, para que você tenha uma avaliação e tratamento de qualidade e, assim, possa manter a sua mente ativa e saudável a longo prazo. 

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marta de Paula
Marta de Paula
7 dias atrás

Informações muito importantes, escrita clara e objetiva

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    1
    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x