Folhas da cannabis: benefícios e como utilizar

Tempo de leitura: 8 min

Publicado em

As folhas de maconha são muitas vezes ignoradas por produtores e consumidores das flores da planta, mas elas também têm benefícios que poderiam ser aproveitados

As folhas da cannabis são, normalmente, descartadas, já que a maioria dos produtores da planta visam as propriedades de suas flores (também conhecidas como buds, inflorescências ou frutos). No entanto, essas partes da biologia da maconha têm outros propósitos além de alimentar essas flores por meio do sol, que podem oferecer a quem consome uma série de propriedades benéficas para a saúde e até efeitos psicotrópicos. As folhas da cannabis possuem inúmeras aplicações terapêuticas, cosméticas e culinárias, inclusive, a partir delas é possível fazer um poderoso chá de folhas de cannabis!

O que são as folhas da cannabis?

folhas da cannabis

As folhas são uma parte importante da planta, pois são responsáveis pela condução de energia e pela sua vitalidade. As folhas da cannabis são constituídas, principalmente, por dois tipos: as leques (largas ou em lança, como também são nomeadas) e as de açúcar.

A folha leque é a parte mais popular da maconha, pois se tornou o principal símbolo para representar a planta – ela está estampada em peças de roupa, acessórios, obras de arte e em diversos outros itens do dia a dia. Elas são as maiores folhas encontradas na cannabis e onde se concentram a maior quantidade de energia produzida pela fotossíntese. A depender da espécie da cannabis, suas estruturas podem mudar, exceto suas funções e benefícios (que serão abordados mais adiante).

Já as folhas de açúcar são menores, mas têm tanta responsabilidade na fotossíntese quanto as folhas leques. Elas ficam escondidas nas áreas mais densas da planta e são chamadas de “folhas de açúcar”, pois contêm a maior parte dos tricomas, que realmente se parecem com cristais de açúcar polvilhados na folha. Os tricomas são resinas que protegem a cannabis ao oferecer uma camada extra para os insetos ou outros organismos que podem ser prejudiciais ao seu desenvolvimento.

Benefícios das folhas leques e de açúcar

Normalmente, as folhas leques são descartadas e as folhas de açúcar são conservadas como aparas, pois as primeiras contêm baixo nível de tricomas e as segundas, alto. Isso não quer dizer, no entanto, que as folhas leques não oferecem benefícios. Por serem protagonistas em relação à fotossíntese, elas têm diversos nutrientes importantes para a saúde, além de fitocanabinoides, mesmo que em uma quantidade baixa.

As folhas leques também são essenciais para comunicar aos cultivadores quais os nutrientes que estão em falta na cannabis e, quando são removidas, ajudam na exposição solar da planta e reduzem o risco de fungos ou mofos.

tipos de folhas da maconha
Tipos de folhas da cannabis

Por outro lado, as folhas de açúcar, por conterem muitos tricomas, têm alta quantidade de fitocanabinoides, inclusive o suficiente para oferecer efeitos psicotrópicos por meio do THC aos seus consumidores. Ainda, assim como nas flores, há terpenos, que já são sabidamente populares por suas propriedades medicinais também.

Qual as diferenças entre as folhas das subespécies de cannabis?

As folhas são um aspecto que chama atenção em qualquer planta. A partir, delas também é possível caracterizar cada subespécie, pois quando se fala de cannabis e suas variedades, podemos imaginar que diferentes plantas não possuem folhas idênticas. Além disso, qualquer mutação pode provocar alguma mudança na aparência, formato, tamanho ou coloração das folhas. Mas no geral, as subespécies possuem os seguintes aspectos:

Sativa: possui folhas mais alongadas e finas. Geralmente, não são tão arredondadas como as Indica, e a sua tonalidade é um pouco mais escura que as demais. Além disso, as bordas são irregulares e afiadas.

Indica: as plantas de folhagens do tipo Indica são mais arredondadas e mais largas que as Sativas.  Os tons também são diferentes, e as folhagens Indica costumam ser mais puxadas para o verde oliva.

Ruderalis: embora seja considerada uma variação da Sativa, a Ruderalis possui características muito particulares. Suas folhas são menores e estão presentes em maior quantidade. Além disso, são bem mais finas e apresentam de 3 a 5 folículos.

sativa x índica x ruderalis

O que as folhas de cannabis podem te dizer sobre a saúde da planta

Independente da subespécie, as folhas são um indicativo importante de desenvolvimento saudável. Há três aspectos que podem indicar algum tipo de deficiência na planta.

  • Folhas murchas
  • Folhas com tons amarelados
  • Diminuição na quantidade de folhas

Para que a planta se desenvolva de forma saudável, alguns cuidados devem ser tomados em relação a sua nutrição. A cannabis necessita de alguns nutrientes no seu solo, principalmente fósforo, nitrogênio e potássio. Para promover a nutrição adequada, muitas vezes é necessário recorrer a fertilização.

Além disso, a luz também pode impactar diretamente na saúde da planta, pois luz em excesso pode queimar a sua estrutura, e resultar em buds branqueados. Já a falta de luz também pode amarelar as folhas, assim como a deficiência de nutrientes

Como utilizar as folhas da cannabis

Por não conterem tantos fitocanabinoides, as folhas leques podem ser usadas cruas em sucos, smoothies, chás e até em saladas para que seus nutrientes e seus fitocanabinoides pré-descarboxilação (THCA e CBDA, por exemplo) possam ser aproveitados. Essas propriedades oferecem diferentes benefícios à saúde e dificilmente causam efeitos psicotrópicos.

As folhas de açúcar podem ser utilizadas em alimentos, como para fazer manteiga de cannabis ou brisadeiros, bem como para produzir haxixes kief (o pó dos tricomas, sendo uma das formas mais concentradas de se tirar os principais efeitos terapêuticos e psicotrópicos da cannabis).

Essas são formas interessantes de explorar as folhas, pois, muitas vezes, os consumidores não desejam utilizar as flores, que contêm mais fitocanabinoides e são normalmente utilizadas para fumo, vaporização e extração de óleos, para produzir alimentos ou bebidas. Isso acontece, pois as inflorescências são mais raras e preciosas na planta da cannabis, além de ter um valor que pode ser mais essencial do que muitos imaginam para o mercado. As folhas, por outro lado, seriam descartadas ou utilizadas como aparas de qualquer forma.

Há um amplo leque de possibilidades culinárias, cosméticas, domésticas e terapêuticas para essa parte da planta. Mas quando se trata de folhas, é impossível não pensar em chás. Se você deseja experimentar um chá diferenciado, nada melhor do que aproveitar as folhas de maconha! Então, fique atento nessa receita:

Receita de chá de folhas de maconha

A planta da maconha nos permite usá-la de diversas formas, seja como matéria prima para indústrias (como é o caso das fibras, por exemplo) até como um insumo em si (como é o caso dos óleos medicinais). As folhas da cannabis não são diferentes, elas permitem que o usuário as consuma de diferentes maneiras, seja no formato de um suco ou um chá, basta saber qual efeito você busca na bebida.

Se sua intenção é usar a folha da cannabis como você usaria a couve no suco verde, recomendamos que se use as folhas maiores, normalmente presas por cabos mais longos e as mais perfeitas que puder achar, dessa forma será possível extrair as propriedades vegetais dessa planta. Caso você esteja buscando as propriedades psicoativas da cannabis, seja com a intenção de “chapar” ou para uso medicinal, recomendamos o uso das folhas de açúcar, aquelas repletas de tricomas e canabinóides.

Um ponto importante de se lembrar é que os canabinoides são lipossolúveis, por isso não adianta jogar o bud ou folha dentro da água quente e esperar que o processo funcione. Gruda aqui na gente que vamos te explicar a melhor forma de fazer um delicioso chá e você poderá adaptar essa técnica para molhos e outras bebidas. Preparamos uma receita especial para quem busca esse segundo uso, ela pode ser adaptada caso você queira mudar um pouco o sabor, use sua criatividade e deixe nos comentários suas ideias 😊

Ingredientes:

  • 1 punhado de folhas de açúcar da cannabis (aproximadamente 3 a 4 gramas de folhas)
  • 15ml de óleo de coco
  • 150 a 200ml de água fervente
  • 1 saquinho do seu chá preferido

Preparação:

  1. Primeiramente será necessário fazer o óleo de coco infusionado com cannabis, por isso, comece aquecendo seu óleo em banho maria até que esteja totalmente líquido
  2. Quando estiver líquido, adicione suas folhas de cannabis (para a receita dar certo, essas flores precisam conter tricomas visíveis)
  3. Deixe fervendo sua mistura em banho maria por pelo menos 1 hora, caso queira um óleo mais forte você pode deixar por até 3 a 4 horas
  4. Depois que estiver satisfeito, passe por uma peneira bem fina seu líquido e armazene em um pote de vidro esterilizado, dessa forma você poderá guardá-lo por muitos meses
  5. Vamos usar 1 ou 2 gotinhas desse óleo infusionado
  6. Pingue diretamente na xícara e coloque sua água na sequência, misture muito bem isso até que o óleo fique imperceptível
  7. Antes de colocar o saquinho de chá, garanta que você não vê nenhuma bola de óleo sobre a água, caso você esteja vendo misture mais ou adicione mais água quente
  8. Deixe sua xicara tampada por pelo menos 3 minutinhos com seu saquinho, isso vai ajudar seu chá a ser mais saboroso
  9. Aproveite os efeitos da cannabis quentinho e não esqueça de esperar pelo menos 1 hora antes da próxima xícara
O que você pode fazer com as folhas que sobram do seu trimming, ou folhas de açúcar?

Conforme falamos, existem uma série de possibilidades do que pode ser feito com o que sobra da sua manicure, aquele processo de “limpar” o bud da cannabis depois da colheita.

O primeiro ponto a ser considerado é se você fará esse processo com a planta fresca ou com a planta seca, isso porque a matéria que vai sobrar desse processo, muda muito dependendo do momento em que é feito a manicure. Caso você opte por fazer essa etapa logo após a colheita, considere separar suas folhas e deixá-las secando um pouco antes de usá-las ou, você pode congelar suas folhas e usar em um processo chamado de “fresh frozen” ou congelado quando fresco.

Seja com a matéria congelada ou seca, as opções não variam muito entre si, sendo a preferida dos usuários fazer haxixe e outros concentrados a partir das folhas que sobram, isso pode ser feito com uma máquina ou de forma manual. A forma manual considera o uso de malhas finas como peneiras, que vão separar as cabeças dos tricomas da matéria vegetal, resultando em um dry sift.

Outra possibilidade para você usar o seu trimming é fazer um creme ou loção com as folhas descarboxiladas. É muito importante que as folhas passem por esse processo antes de serem transformadas em um cosmético para que os canabinoides sejam ativados e não estejam mais em sua forma acida. Depois da descarboxilação, você pode misturar suas folhas com óleo de coco e deixar isso cozinhando em banho maria por 20 a 30 minutos e peneirar para que apenas o óleo infusionado seja usado na receita final. Esse óleo pode ser misturado com cera de abelha já derretida e você terá um balm de cannabis na sua mão!

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Suely Aparecida dos Reis
Suely Aparecida dos Reis
1 ano atrás

Eu como a folha da maconha é um otimo antiflamatorio estava com uma inflamação dente duas vezes que consumi sarou então posso falar porque aconteceu comigo dou valor na folga sim como mesmo .

Maria Riscala
Admin
1 ano atrás

Incrível! Você faz alguma receita especial com as folhas?

Danila
Danila
1 ano atrás

Eu tbm como as folhas, são ótimas pro organismo, faz mto bem mesmo.

Maria Riscala
Admin
1 ano atrás
Reply to  Danila

totaaaal!!!

Tony
Tony
1 ano atrás

Olá, não tô conseguindo dormir a noite, já me falaram que o chá é bom pra insônia. Isso é vdd ?

Marcela Romagnoli
Editor
4 meses atrás
Reply to  Tony

Oi Tony! As folhas da cannabis, assim como a planta como um todo, possuem propriedades terapêuticas e uma dessas propriedades é a regulação do sono e o tratamento da insônia. Portanto, sim, o chá das folhas de cannabis pode te ajudar com essa questão, mas indicamos que você procure um médico prescritor para ele te trazer o melhor tratamento para sua condição. Temos uma base de médicos disponíveis para atendê-lo, acesse o site e confira: https://saude.kayamind.com/

Thally Portugal
Thally Portugal
9 meses atrás

Gente, como é q agente ver quando a folha tem tricomas visíveis???

Cristian
Cristian
6 meses atrás

São as gotas transparentes que ficam grudadas mas folhas, não tem como confundir

Marcela Romagnoli
Editor
4 meses atrás

Oi, Thally! Os tricomas parecem cristais brilhantes, pegajosos e aromáticos que envolvem a planta. São mais visíveis nas flores. Nesse texto, você consegue saber mais sobre: Tricomas da cannabis: o que são e para que servem (kayamind.com)

Marcela Romagnoli
Editor
4 meses atrás

Oi, Thally! Os tricomas parecem cristais brilhantes, pegajosos e aromáticos que envolvem a planta. São mais visíveis nas flores. Nesse texto, você consegue saber mais sobre: https://kayamind.com/tricomas-da-cannabis/

Franco
Franco
6 meses atrás

Eu consumo as folhas leque cruas, misturando na salada, guacamole, até salpicando no macarrão alho e óleo como se fosse orégano. O que reparei é que diminuem muito os gases. Estava fazendo uma dieta rica em gordura, depois que passei a usar, praticamente acabaram os problemas.

Marcela Romagnoli
Editor
4 meses atrás
Reply to  Franco

Que legal, Franco, muito bom ter um relato como o seu aqui, que mostra um uso alternativo da planta.

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    12
    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x