Folhas da cannabis: benefícios e como utilizar

Escrito por

Escrito por

Lara Santos

Tempo de leitura: 3 min

Publicado em

As folhas de maconha são muitas vezes ignoradas por produtores e consumidores das flores da planta, mas elas também têm benefícios que poderiam ser aproveitados

As folhas da cannabis são, normalmente, descartadas, já que a maioria dos produtores da planta visam as propriedades de suas flores (também conhecidas como buds, inflorescências ou frutos). No entanto, essas partes da biologia da maconha têm outros propósitos além de alimentar essas flores por meio do sol, como benefícios terapêuticos e até efeitos psicotrópicos.

O que são as folhas da cannabis?

folhas da cannabis

As folhas da cannabis são constituídas, principalmente, por dois tipos: as leques (largas ou em lança, como também são nomeadas) e as de açúcar.

A folha leque é a parte mais popular da maconha, pois se tornou o principal símbolo para representar a planta — ela está estampada em peças de roupa, acessórios, obras de arte e em diversos outros itens do dia a dia. Elas são a maior folha encontrada na cannabis e onde se concentram a maior quantidade de energia produzida pela fotossíntese. A depender da espécie da planta, suas estruturas podem mudar, exceto suas funções e benefícios (que serão abordados mais adiante), além de ser uma fonte para a identificação de deficiências nutricionais.

Já as folhas de açúcar são menores, mas têm tanta responsabilidade na fotossíntese quanto as folhas leques. Elas ficam escondidas nas áreas mais densas da planta e são chamadas de “folhas de açúcar”, pois contêm uma quantidade tão grande de tricomas, que parecem que estão cobertas por açúcar. Os tricomas são resinas que protegem a cannabis ao oferecer uma barreira para os insetos ou outros organismos que podem ser prejudiciais ao seu desenvolvimento.

Benefícios das folhas leques e de açúcar

Normalmente, as folhas leques são descartadas e as folhas de açúcar são conservadas como aparas, pois as primeiras contêm baixo nível de tricomas e as segundas, alto. Isso não quer dizer, no entanto, que as folhas leques não oferecem benefícios. Por serem protagonistas em relação à fotossíntese, elas têm diversos nutrientes importantes para a saúde, além de fitocanabinoides, mesmo que em uma quantidade baixa.

As folhas leques também são essenciais para comunicar aos cultivadores quais os nutrientes que estão em falta na cannabis e, quando são removidas, ajudam na exposição solar da planta e reduzem o risco de fungos ou mofos.

Por outro lado, as folhas de açúcar, por conterem muitos tricomas, têm alta quantidade de fitocanabinoides, inclusive o suficiente para oferecer efeitos psicotrópicos por meio do THC aos seus consumidores. Ainda, assim como nas flores, há terpenos, que já são sabidamente populares por suas propriedades medicinais também.

Como utilizar as folhas da cannabis

Por não conterem tantos fitocanabinoides, as folhas leques podem ser usadas cruas em sucos, smoothies, chás e até em saladas para que seus nutrientes e seus fitocanabinoides pré-descarboxilação (THCA e CBDA, por exemplo) possam ser aproveitados. Essas propriedades oferecem diferentes benefícios à saúde, mas não causam efeitos psicotrópicos.

As folhas de açúcar podem ser utilizadas em alimentos, como para fazer manteiga de cannabis ou brisadeiros, bem como para produzir haxixes e kief (o pó dos tricomas, que é uma das formas mais concentradas de aproveitar os efeitos terapêuticos e psicotrópicos da cannabis).

Essas são formas interessantes de explorar as folhas, pois, muitas vezes, os consumidores não desejam utilizar as flores, que contêm mais fitocanabinoides e são normalmente utilizadas para fumo, vaporização e extração de óleos, para produzir alimentos ou bebidas. Isso acontece, pois as inflorescências são mais raras e preciosas na planta da cannabis, além de ter um valor importante para o mercado. As folhas, por outro lado, seriam descartadas ou utilizadas como aparas de qualquer forma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

copa do mundo e cannabis
Lara Santos

Copa do Mundo e cannabis  

Em 2022, o evento acontece em um país com regras rígidas sobre o uso de cannabis. Entenda como as seleções favoritas se posicionam a respeito da planta e como os atletas poderiam se beneficiar se o uso de CBD fosse permitido

Leia mais

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!