Cosméticos à base de cannabis

Tempo de leitura: 6 minutos

Maconha na maquiagem? Sim, os cosméticos à base de cannabis oferecem propriedades terapêuticas na aplicação tópica para cuidados com a pele

Quem está acostumado com viagens internacionais já deve ter sido impactado pela onda verde, definida pelo surgimento de uma enxurrada de novos produtos que fazem referência à cannabis em sua formulação. Desde óleos terapêuticos, vendidos como medicamento ou suplemento a depender da regulamentação local, até petiscos para pets com CBD entre seus ingredientes, com a promessa de transformá-los em animais de estimação mais calmos e relaxados. Os cosméticos à base de cannabis não foram uma excessão a esse movimento. 

No Brasil, a principal movimentação do mercado ainda é no âmbito medicinal, a fim de garantir que pacientes tenham acesso a produtos que melhoram a qualidade de vida e podem, inclusive, salvar pessoas que sofrem de condições médicas mais severas. Os avanços, no entanto, também são possíveis de acompanhar entre marcas de beleza que lançam produtos para a pele, contendo ou não compostos da cannabis. Mas por que uma empresa de cosméticos lançaria essas mercadorias e por que é tão importante verificar a fórmula real do produto? 

 

A ciência por trás dos “efeitos milagrosos”

cosméticos de cannabis

Apesar desse movimento basear-se, em grande parte, em evidências científicas que crescem a cada dia e revelam que o corpo humano recebe bem os componentes da maconha, também existem companhias que estão apenas aproveitando o momento para lançar produtos que fazem referência à cannabis, mas não têm substâncias da planta em sua composição. 

Mas por que é tão importante que os produtos realmente tenham cannabis em sua formulação? Antes de mais nada, é importante entender como funciona o sistema endocanabinoide do corpo humano, responsável pelo equilíbrio do nosso corpo e que tem receptores ativados por canabinoides (sejam eles endógenos ou exógenos), funcionando como chaves que abrem um “cadeado” para que estes últimos transmitam informações pelo corpo. Sendo assim, os produtos que não possuem canabinoides em seus ingredientes não promoverão os mesmos benefícios que aqueles que os possuem. 

Apesar das pesquisas sobre maconha evoluírem a cada dia, elas ainda são escassas e permeadas pelo proibicionismo, o que faz com que as evidências científicas, por vezes, não sejam totalmente conclusivas. Porém, já existem indícios de que os canabinoides, em especial o canabidiol (também conhecido como CBD), têm propriedades anti-inflamatórias, elemento importante para o tratamento de alguns problemas de pele. 

Quando se trata de benefícios à beleza e aos cuidados com a pele, a eficácia do CBD é, principalmente, anedótica. Estudos promissores mostram que a substância também pode ser usada para diminuir os sinais de envelhecimento, acalmar a pele sensível e reduzir a acne. No entanto, são necessárias mais pesquisas para confirmar essas promessas.

 

As tendências dentro desse segmento

Todos os dias, uma nova tendência de beleza está inundando as mídias sociais ou um novo produto cosmético está sendo promovido. Porém, isso não é surpreendente quando pensamos que a indústria da beleza global vale por volta de US$ 532 bilhões – o Brasil é o quarto maior, seguido apenas por Estados Unidos, China e Japão. 

Também não é de se admirar que pesquisas recentes mostrem que, mais da metade das pessoas que são “heavy users”, ou seja, usuárias de alto consumo, estariam dispostas a trocar sua marca queridinha em busca de produtos mais naturais, limpos e sustentáveis ​​– e é isso que contribui para a cannabis ser a mais nova tendência do setor.

Além da procura por produtos mais sustentáveis para o uso diário, quando se trata da saúde de nossa pele, existem alguns fatores naturais que são de difícil controle, mas que, com uma pequena ajuda da cannabis, poderiam estar sob controle. Combinar o bem-estar proporcionado pela cannabis com a estética dos cosméticos não é apenas uma moda passageira, é um movimento que veio para ficar.

 

Os benefícios dos cosméticos à base de cannabis para a pele

1. Diminui a inflamação

Uma pele inflamada pode ser problemático e desconfortável para qualquer pessoa, pois é um processo que gera o desgaste do tecido, causando vermelhidão e irritação, ou seja, sensações desagradáveis de se ter no rosto. No entanto, o CBD ajuda comprovadamente no alívio da inflamação da pele ao regular a produção de citocinas pró-inflamatórias – as citocinas são um grupo de proteínas que interagem com o sistema imunológico e regulam a inflamação.

2. Melhora a acne

Assim como no caso anterior, o potencial anti-inflamatório da cannabis e, em especial do canabidiol, podem auxiliar no tratamento da acne, uma doença que atualmente afeta mais de 16 milhões de brasileiros. Atualmente, os estudos ainda estão avançando para entender exatamente como funciona essa relação, mas há pesquisadores que sugerem que essa poderia ser uma nova alternativa a tratamentos mais agressivos. 

3. Promove a hidratação da pele

Como os compostos da cannabis presentes nesses produtos são obtidos por meio da extração do óleo, que é um ingrediente emoliente e contém altos níveis de ácidos graxos, a pele é beneficiada pela hidratação.

4. Ajuda com doenças da pele

Um estudo feito com pacientes com psoríase, dermatite atópica e as cicatrizes resultantes dessa condição, avaliou-se as consequências do uso de pomadas tópicas enriquecidas com CBD nessas áreas lesionadas da pele, com posologia de duas vezes ao dia durante três meses de tratamento. Os resultados mostraram que o tratamento tópico melhorou significativamente a pele, os sintomas e também a pontuação do índice PASI (Índice da Gravidade da Psoríase por Área). Além disso, não foi identificada nenhuma reação irritativa ou alérgica durante o período de tratamento.

Conheça o perfil dos pacientes que usam medicamentos canábicos.

 

Principais cosméticos e produtos de tratamento para se buscar

  • Cremes, séruns e máscaras para o rosto: 

Considerando o potencial que os canabinoides têm a oferecer, já é possível encontrar marcas lançando cremes e outros produtos que prometem aquele brilho extra que toda pele precisa. O que torna os cremes faciais com infusão de cannabis ainda mais populares são suas poderosas propriedades hidratantes, pois, quando o CBD é aplicado topicamente, ele penetra na pele, beneficiando as camadas dérmica e subdérmica. Essa hidratação pode ser benéfica – fora a clara vantagem de pele saudável – especialmente para as pessoas com pele seca ou que buscam cremes para a região dos olhos. Vale a pena conferir a Blazing Beauty e a Linha Canábica da Bá, duas marcas nacionais  que oferecem produtos como esses. 

  • Máscara de cílios com infusão de cannabis:

O que quase todas as bolsas de maquiagem têm em comum? Possivelmente, a máscara de cílios. Isso porque esse item é um cosmético básico, que ajuda a deixar o olhar mais penetrante. O grande diferencial é saber que a máscara de cílios é feita de cera de abelhas e pode ser substituída por óleo de cannabis, tornando-se uma opção vegana. Por ser um óleo, ajuda a hidratar os fios e pode ajudar no crescimento. E quem não quer cílios mais longos e macios? No Brasil, esses produtos não foram encontrados, mas, se você souber de algum, não deixe de comentar! Internacionalmente, a marca Milk, conhecida por seus produtos veganos, já tem a linha KUSH, com uma máscara de cílios à base de cannabis.

  • Protetores labiais:

Apesar do Brasil não ser conhecido por temperaturas baixas, o uso de protetores labiais é comum entre aqueles que querem manter os lábios hidratados ou protegidos das alterações climáticas. Atualmente, já existe esse tipo de produto com infusão de CBD, devido a compostos antibacterianos que ajudam a proteger os lábios, enquanto os antioxidantes ajudam a reparar as bocas feridas e rachadas. Além desses fatores, existem estudos de que esse tipo de produto pode, inclusive, ajudar a reduzir a inflamação causada pelo herpes labial e minimizar a irritação. Tanto a Blazing Beauty e a Linha Canábica da Bá tem esses itens com infusão, mas vale ressaltar também a marca Jardim das Juanitas que tem protetores labiais com terpenos, composto também encontrado na maconha, mas não contém canabinoides.

  • Paletas de sombras infusionadas

A cannabis é repleta de ácidos graxos essenciais como ômega-3, substância que o corpo humano não produz por conta própria. Os ácidos graxos ajudam a manter a pele macia e saudável, ao mesmo tempo que evitam os sinais de envelhecimento e danos causados ​​pelo sol. Em torno dos olhos está, sem dúvida, a pele mais delicada do rosto. Sendo assim, algumas marcas conhecidas e laboratórios clínicos estão estudando essa relação e passaram a oferecer paletas de sombras com infusão de cannabis. Quem não gostaria de ter benefícios anti-idade enquanto usa maquiagem?

 

De forma geral, ainda é necessário obter mais estudos de curto e longo prazo para entender  a real atuação dos canabinoides usados topicamente, seja pelos efeitos anti-idade e anti-inflamatórias ou por outros benefícios que proporcionam. Além disso, é preciso compreender como esse uso poderia ser uma solução ou alívio para algumas condições de pele mais graves. Ainda assim, é possível afirmar que o CBD e outros compostos da cannabis não oferecem risco e podem sim auxiliar, de alguma forma, no tratamento e cuidado com a pele. E você? Usaria produtos cosméticos à base de cannabis?

Cadastre-se em nossa newsletter!

    Compartilhe essa informação!

    primeiro animal a ser tratado com cannabis

    Primeiro animal a ser tratado com cannabis

    O uso veterinário da cannabis tem se tornado uma pauta importante no meio canábico e na indústria pet, mas, na verdade, os animais de estimação já são tratados à base da planta há centenas de anos; conheça o histórico

    Leia Mais!
    carvão de cânhamo

    Carvão de Cânhamo

    Carvão de Cânhamo Além dos tecidos, dos biocombustíveis e dos leites vegetais, o cânhamo também pode ser utilizado para o desenvolvimento de um carvão vegetal

    Leia Mais!

    Contato

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.