Dry Sift: o que é, como é feito e quais os efeitos do dry

Tempo de leitura: 6 min

Publicado em

Descubra o fascinante mundo do dry sift, um concentrado de cannabis puro e muito popular no Brasil. Saiba como fazer, usar e armazenar o marrom.

Que o universo da cannabis é cheio de tendências e novidades, você já sabe, mas e o mundo dos haxixes, você já conhece um dos principais atores, o dry sift? Talvez você já tenha ouvido outro nome, isso por que, dependendo da roda o dry também é chamado de marrom ou até mesmo só rom.

Este concentrado de cannabis tem sido apreciado por entusiastas em todo o mundo por suas características únicas e sabores intensos. Neste guia, exploraremos a essência do dry sift, desde sua história intrigante até como fazer, usar e armazenar esse concentrado de forma segura.

O que é Dry Sift e a história por trás dele

O dry sift, em sua essência, é uma forma de haxixe feito sem o uso de solventes químicos. Em vez disso, ele é produzido por meio da separação mecânica das glândulas de resina das plantas de cannabis. Essas glândulas, chamadas de tricomas, são as verdadeiras fábricas de cannabinoides e terpenos, os compostos que conferem os efeitos e aromas característicos à cannabis.

historia haxixe marroquino

Vamos falar mais sobre o processo de fabricação nos próximos capítulo, porém o mais importante a se saber é que a separação do tricoma da matéria vegetal, irá acontecer por meio do uso de peneiras ou malhas finas.

A história do dry remonta a séculos atrás, onde culturas antigas, como os marroquinos e outras sociedades árabes, já dominavam a arte de sua produção. No Marrocos, o haxixe é uma parte intrínseca da cultura e é frequentemente produzido usando técnicas milenares.

As mãos habilidosas dos produtores marroquinos esfregam delicadamente os buds de cannabis sobre telas de seda ou outros materiais peneirantes, separando as resinosas glândulas tricomáticas das partes vegetais. O resultado é um haxixe de alta qualidade, conhecido por sua pureza e sabor.

Essa matéria final pode ser fumada junto a outras ervas ou usado puro em artigos como pipes, bongs e vaporizadores que tenham sido fabricados para o fumo de extrações. No caso de algumas culturas antigas, como a do marrocos, existem cachimbos típicos, chamados de sebsi que são usados para o consumo de diferentes tipos de haxixe, mas em especial o dry.

Diferença entre Dry Sift e Haxixe Ice (Bubble Hash)

É importante destacar a diferença entre o dry sift e outro concentrado de cannabis popular, o bubble hash (também conhecido como ice hash). Enquanto o dry sift utiliza o processo de separação mecânica, ou seja, com o uso das peneiras, o bubble hash envolve a separação com água e gelo.

Embora ambos produzam concentrados de alta qualidade, suas técnicas e resultados são distintos. O bubble hash tende a reter mais terpenos devido à sua produção a frio, enquanto o dry sift pode oferecer uma concentração ainda maior de tricomas, graças ao seu método de peneiramento.

Como o Dry Sift funciona: a ciência por trás da sua produção e equipamentos necessários

Para entender como o dry funciona, precisamos olhar mais de perto para a estrutura dos tricomas nas plantas de cannabis. Existem três tipos principais de tricomas: bulbosos, capitate-sessile e capitate-stalked, no caso, é o terceiro tipo que é o mais buscado pelos amantes do haxixe, pois eles são maiores na largura, o que significa que abrigam e são mais eficientes na produção de resina. Estes tricomas abrigam os preciosos cannabinoides e terpenos que os amantes da cannabis buscam.

estrutura do tricoma

O processo de produção de dry sift envolve o uso de telas ou peneiras de diferentes tamanhos de malha. Os buds de cannabis são delicadamente esfregados sobre essas telas, fazendo com que os tricomas se separem das partes vegetais e caiam através das aberturas das telas.

como fazer dry sift

Tipos de Dry

O dry sift não é um produto de tamanho único. Ele pode ser classificado em diferentes categorias com base no tamanho dos tricomas e na pureza do concentrado. Os principais tipos de dry incluem:

dry sift o que e

Primeira Qualidade (70-160 Microns): Esta categoria contém tricomas maiores, geralmente medindo entre 70 e 160 microns. É conhecida por ser a mais pura e potente e alguns produtores defendem que, apenas as telas de até 120 microns que produzem essa qualidade.

Segunda Qualidade (Menos de 70 Microns): Aqui, encontramos tricomas menores, que passam por uma peneira mais fina. Embora não tão potente quanto a primeira qualidade, ainda é valiosa.

Terceira Qualidade (Resina Menor que 45 Microns): Esta categoria inclui tricomas muito pequenos e resina, que passaram por uma peneira de 45 microns ou menos. Embora menos potente, pode ser usado para diferentes fins.

Misturas Personalizadas: Alguns produtores preferem criar misturas personalizadas, combinando diferentes qualidades de dry sift para obter um sabor e efeito únicos.

Benefícios do Dry

O dry sift oferece uma série de benefícios que o tornam uma escolha atraente para os entusiastas da cannabis:

dry sift como fazer

Pureza: Devido ao processo mecânico de separação, o dry é altamente puro, com uma concentração elevada de tricomas.

Sabor Intenso: Os terpenos, responsáveis pelos sabores e aromas da cannabis, são preservados de forma eficaz no dry sift, proporcionando um sabor rico e profundo.

Potência: Graças à concentração de tricomas, o dry sift é conhecido por seus efeitos potentes.

Versatilidade: Pode ser consumido de várias maneiras, incluindo fumo, vaporização e uso em comestíveis.

Fabricação Artesanal: A produção de dry sift é uma forma artesanal e tradicional de criar um concentrado de alta qualidade.

Como Fazer Dry Sift

Produzir seu próprio dry é um processo meticuloso, mas gratificante. Aqui está uma visão geral do processo:

Materiais Necessários

  • Buds de cannabis de alta qualidade.
  • Telas ou peneiras de diferentes tamanhos de malha (recomendadas: 160, 70 e 45 microns).
  • Superfície lisa e limpa para trabalhar.
  • Ferramenta de cardagem (cartão de crédito, escova de cabelo limpa, etc.)
tipos de dry sift

Passo a Passo

  1. Coloque os buds de cannabis sobre a tela de malha mais grossa (160 microns).
  2. Delicadamente, esfregue os buds sobre a tela. Os tricomas se soltarão e cairão através das aberturas.
  3. Recolha o material peneirado e coloque-o sobre a tela de 70 microns para separar tricomas menores.
  4. Repita o processo com a tela de 45 microns para obter a terceira qualidade, se desejar.
  5. Colete o dry sift finalizado e aproveite!

Como consumir esse tipo de haxixe

O dry sift pode ser consumido de várias maneiras:

  • Fumo: Use um cachimbo, bong ou enrolado em um baseado.
  • Vaporização: Aqueça o dry sift em um vaporizador para uma experiência suave.
  • Comestíveis: Adicione-o a receitas para criar comestíveis potentes.
  • Dabbing: Use uma rig de dab para vaporizar o dry sift.

Como guardar seu Dry Sift

Para manter seu dry sift fresco e potente, leia esse texto sobre como armazenar sua maconha e concentrados e siga estas dicas:

  • Armazenamento Hermeticamente Fechado: Guarde-o em um recipiente hermético para evitar a oxidação.
  • Local Fresco e Escuro: Mantenha-o em um local fresco, longe da luz direta.
  • Umidade Controlada: Evite a umidade, pois pode levar ao mofo.

O dry sift é uma maravilha da cannabis, oferecendo pureza, sabor e potência em um pacote concentrado. Sua produção artesanal e histórica o torna ainda mais fascinante para os amantes da cannabis. Ao entender como fazer, usar e armazenar o dry sift corretamente, você pode desfrutar ao máximo dessa joia da cannabis, lembrando sempre de consumir de forma responsável e legal, de acordo com as leis locais.

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x