7 celebridades que investem no mercado da cannabis

Escrito por

Escrito por

Lara Santos

Tempo de leitura: 5 min

Publicado em

Personalidades importantes sempre se manifestaram a favor da maconha, mesmo quando o proibicionismo era forte ao redor do mundo. Com o avanço da pauta canábica, elas também passaram a investir no setor

Mesmo durante décadas de proibicionismo em diversos países, a cannabis não deixou de ser produzida ou consumida. Algumas pessoas até se expressavam abertamente sobre o assunto e admitiam usar maconha. Quantos pintores, cineastas, fotógrafos e músicos criaram obras icônicas sob efeitos da planta ou mesmo em sua homenagem? Quantos atletas, atores, políticos, cientistas, psicanalistas e médicos não admitiram ter usado a planta de forma recreativa ou terapêutica alguma vez na vida? Qual a relação entre celebridades e cannabis?!

São inúmeras as personalidades que, mesmo diante da criminalização da cannabis, não se calavam sobre o tema e mostravam os potenciais da planta – seja criativa ou mesmo medicinalmente. Hoje, com o avanço das regulamentações em algumas regiões, essas celebridades não só se manifestam sobre o uso da maconha, como investem em seu mercado, que cresce cada vez mais com o passar dos anos. Veja abaixo algumas delas:

Mike Tyson

Mike Tyson
Mike Tyson

O lutador de UFC, Mike Tyson, já apareceu diversas vezes em matérias relacionadas à planta. Os dados apresentados no relatório da Kaya Mind, “Cannabis na Imprensa”, lançado em março, o considerou como um dos principais porta-vozes sobre o assunto quando se trata de uso adulto e até mesmo na categoria de negócios.

Ele não só admitiu ter usado maconha antes de alguns duelos icônicos de sua carreira, como também se reergueu financeiramente ao lançar uma marca de produtos à base da planta, a Tyson Holistics, logo depois do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, ter legalizado seu uso recreativo em 2018. Como subsidiária da empresa, o boxeador criou a Tyson Ranch, onde cultiva variedades da erva. Nesse mesmo espaço, ele pretende criar um resort, sediar festivais e fundar um curso para formar futuros agricultores de cannabis. Um verdadeiro empreendedor do meio, né?

Bob Burnquist

Bob Burnquist
Bob Burnquist

Ainda entre atletas, o multicampeão de skate, Bob Burnquist, também apareceu com frequência no relatório “Cannabis na Imprensa”. Apesar de usar maconha de forma recreativa, o que o ajudou criativamente em sua carreira, seu nome ficou relacionado à planta por falar frequentemente sobre seus benefícios medicinais.

Enquanto skatista, para tratar as consequências de suas quedas e esforços no esporte, como machucados, dores musculares e ossos quebrados, o brasileiro-americano usava a planta, em vez de usar medicamentos opióides que podem causar dependência e outros malefícios ao corpo. Sua crença no potencial da cannabis o levou a criar a Farmaleaf, empresa de produtos à base de maconha e outras plantas medicinais, que também serão exportados ao Brasil. Leia sua entrevista completa à Kaya Mind aqui.

Gwyneth Paltrow

Gwyneth Paltrow
Gwyneth Paltrow

A atriz e fundadora da Goop, marca de bem-estar e lifestyle, Gwyneth Paltrow, é outra investidora do mercado da cannabis. Apesar de ter afirmado que não é usuária de maconha, ela acredita no potencial da planta e, por isso, decidiu contribuir financeiramente com uma empresa de bebidas infusionadas com doses de THC e CBD. Ela acredita que o projeto é uma boa alternativa ao álcool, o que dialoga perfeitamente com sua imagem relacionada à saúde.

 

Marina Ruy Barbosa

Marina Ruy Barbosa
Marina Ruy Barbosa

Em novembro de 2020, a atriz brasileira Marina Ruy Barbosa lançou a primeira coleção oficial de sua marca de roupas, a Ginger. As peças, no entanto, não eram nada comuns: todas foram fabricadas a partir de fibras à base de cânhamo, da família da Cannabis sativa, que é utilizado industrialmente para a criação de vários produtos. Segundo a marca, a planta serviu para dar forma às camisetas, aos bodies e às regatas à venda. Além disso, o cânhamo tem propriedades anti-inflamáveis, biodegradáveis e regenerativas, tornando-se um material mais consciente e melhor para a conservação do meio ambiente.

Ainda que a produção de cânhamo não seja legalizada no Brasil, a importação do tecido pronto é possível mediante aprovação. Confira mais informações no nosso relatório “Cânhamo no Brasil”.

Seth Rogen

Seth Rogen
Seth Rogen

A relação do ator e comediante Seth Rogen com a maconha vai muito além das telas de cinema. Em conjunto com um sócio, ele fundou a marca de cannabis Houseplant, que oferece não só variedades da erva, como também produtos de casa como cinzeiros que ele mesmo faz, luminárias, vasos e isqueiros. Além de ser uma loja, o projeto visa “educar pessoas sobre o devastador histórico da Guerra às Drogas e ajudar a acabar com as leis racistas e sem sentido que, apesar do progresso, ainda existem hoje.”

Snoop Dogg

Snoop Dogg
Snoop Dogg

O envolvimento de Snoop Dogg com a cannabis não é novidade para ninguém. O cantor já falou sobre o uso adulto da planta em músicas, entrevistas e documentários, mas o que poucos sabem é que ele tem a própria marca de maconha. A Leafs by Snoop foi lançada em 2015, e vende a erva tanto para fins medicinais como recreativos, em diversas formas.

Além disso, ao lado de outros dois sócios, ele criou um fundo de investimentos voltado ao mercado de cannabis chamado de Casa Verde Capital. Em dezembro de 2020, o negócio recebeu investimentos no valor de US$ 100 milhões.

Miley Cyrus

Miley Cyrus
Miley Cyrus

Miley Cyrus já falou publicamente sobre ser entusiasta do consumo da maconha, mas em 2020 falou sobre ter abandonado o uso por um período de tempo. Ainda assim, a atriz estadunidense é investidora de um café em Los Angeles, inaugurado em 2019, que oferece variedades de maconha em seu cardápio, como se fosse um coffeeshop holandês.

O pai da cantora, Billy Ray Cyrus, também acredita no potencial da indústria e se juntou à uma empresa para uma edição limitada de um produto que ficaria à venda no dia de 20 de abril, conhecido como 20/04, sendo, então, uma data significativa para o movimento canábico.

Além dessas personalidades, muitas outras também investem no mercado da cannabis. As mais conhecidas são norte-americanas, onde o uso medicinal e recreativo vem ganhando espaço, mas a tendência é que essa indústria fique cada vez mais atrativa em outros países conforme o avanço das regulamentações e o maior entendimento a respeito do potencial da planta. É importante ressaltar que, apesar de muitas celebridades não investirem no setor ou não utilizarem a erva, isso não quer dizer que elas são contra ou isentas diante do movimento a favor da maconha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

óleo full-spectrum
Lara Santos

O que é full-spectrum? 

Os produtos medicinais de cannabis são diversos e uma das classificações mais conhecidas são os “full-spectrum”; entenda para que serve e como se diferencia de outros no mercado

Leia mais

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!