Colombian Gold: entenda o que é e suas características

Escrito por

Escrito por

Lara Santos

Tempo de leitura: 3 min

Publicado em

A “colô” ou Colombian Gold é uma cepa proveniente da Colômbia muito popular no Brasil por sua acessibilidade e melhor qualidade do que o famoso prensado

Muitas vezes chamada de “colô” no Brasil, a Colombian Gold nada mais é do que uma strain (cepa, em português) oriunda das montanhas de Santa Marta, no norte da Colômbia, onde é cultivada desde os anos 60. Predominantemente sativa, ela, que é dos anos 60, hoje é difícil de ser encontrada em sua composição original e gerou uma famosa strain híbrida atual, a Skunk #1.  

A Colombian Gold tem por volta de 20% de THC e 1% de CBG, um fitocanabinoide que tem estado em alta e tem propriedades terapêuticas similares à do THC, mas sem causar efeitos psicotrópicos. Seu aroma e sabor lembram limão, lima e ervas, já que o limoneno e o mirceno são os terpenos principais nessa cepa.  

Quais os efeitos do Colombian Gold? 

colombian gold maconha

Assim como a Purple Haze, um dos seus principais efeitos é a energia, causada pelo THC. A criatividade e o foco também são outras consequências positivas desse consumo, podendo auxiliar a ter pensamentos mais fluidos e momentos de trabalho mais produtivos. Ao mesmo tempo, os sintomas negativos são os que normalmente aparecem entre usuários que fazem um uso exagerado da cannabis: paranoia, olhos secos e boca seca. A ansiedade, no entanto, costuma não acompanhar os efeitos dessa cepa, mas é claro que isso depende de uma série de fatores. Medicinalmente, há relatos de que ela auxilia em casos de depressão, ansiedade e estresse, além de tratar dores e tensões musculares.  

No entanto, como não há regulamentação da cannabis no Brasil, não necessariamente você terá essas sensações, pois não é possível saber se de fato é a cepa original da Colombian Gold ou como é feito o seu cultivo. Ela pode até vir da Colômbia, mas seu processo de secagem, cura e armazenamento pode ser inadequado e insalubre, o que piora a qualidade da flor e seus efeitos.  

colombian gold características
Informações sobre a Colombian Gold

Características do cultivo da Colombian Gold

Por ser uma genética antiga, é difícil encontrar uma semente da Colombian Gold, o que explica o fato do cultivo ser moderado, apesar de haver relatos de que ela não é uma strain complicada de se plantar, até porque é resistente, robusta e tem um rendimento alto.  

Ela prefere climas tropicais, com temperaturas por volta de 25ºC, o que explica ter origem na Colômbia, e se dá bem tanto em cultivos indoor ou outdoor. Além disso, precisa de uma fertilização padrão para atingir seus níveis de floração, que acontece entre 9 a 12 semanas.  

Informações sobre o cultivo da strain Colombian Gold

Por que a “colô” é tão popular no Brasil? 

Sem a regulamentação de cultivo  e de uso adulto da maconha no Brasil, muitas pessoas recorrem ao mercado clandestino para ter acesso à planta e sentir seus efeitos psicotrópicos e medicinais. Pelo fato da acessibilidade à maconha ser dificultada e não haver tanta variedade de cepas, essa indústria paralela conta com alguns produtos já conhecidos entre os seus consumidores, como o prensado ou a famosa “colômbia”, “colombian gold”, “colombinha” ou “colô”. 

A popularidade da “colô” se deu no Brasil, principalmente no sudeste do país, por ser de melhor qualidade que o prensado e ainda ser acessível, tanto em relação ao preço quanto à facilidade de encontrá-la. Ela costuma ser até a primeira flor experimentada pelos brasileiros. Vale relembrar que é difícil dizer se a Colombian Gold que se consome hoje é a mesma que a original, dos anos 60, pois, de tantos cruzamentos entre cepas, sua composição foi alterada. 

Para não ser enganado quando quiser consumir a Colombian Gold, fique atento às seguintes características: ela conta com flores duras, mais secas e de coloração verde clara, perto do dourado. O valor dessa cepa, no Brasil, varia entre R$ 20 e R$ 30 a cada um grama. 

Colômbia e a regulamentação da cannabis 

O país colombiano é um importante player do mercado da maconha no mundo. Ao legalizar a produção e venda de produtos à base de cannabis para fins medicinais em 2016, se tornou um importante exportador, o que atraiu olhares de investidores e empresas do setor. A fabricação de  cânhamo  também foi regulamentada em 2017, mas o uso adulto da cannabis ainda não tem previsão para legalização, apesar do porte ser descriminalizado até 20g.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

copa do mundo e cannabis
Lara Santos

Copa do Mundo e cannabis  

Em 2022, o evento acontece em um país com regras rígidas sobre o uso de cannabis. Entenda como as seleções favoritas se posicionam a respeito da planta e como os atletas poderiam se beneficiar se o uso de CBD fosse permitido

Leia mais

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!