Como tirar o cheiro de maconha? Dicas para desmarofar ambientes

Tempo de leitura: 6 min

Publicado em

Saiba mais sobre os incensos, os maiores aliados de quem deseja tirar o cheiro de maconha do ambiente! E conheça outras opções para "desmarofar".
como tirar o cheiro de maconha

A história da humanidade sempre teve uma forte relação com o fogo e a queima, e os incensos fazem parte dessa jornada. Durante a antiguidade, diversas civilizações costumavam queimar ervas aromáticas para obter fumaças com diferentes fragrâncias. A potência do aroma fazia com que as tribos associassem o momento da queima com um encontro com o divino, ou até ofereciam a fumaça como uma oferenda aos deuses. Não se sabe ao certo onde e quando começou essa tradição, mas certamente o universo da manipulação de aromas é muito antigo e abarca um uso ritualístico até os dias de hoje e ainda são ótimos aliados dos maconheiros, uma vez que ajudam a tirar o cheiro de maconha dos ambientes.

Incensos: os maiores aliados para tirar o cheiro de maconha

incenso desmarofar ambientes

A palavra Incenso é derivada do latim “incendere”, que significa queimar. O incenso é uma resina aromática derivada de árvores e plantas potentes. A trajetória do acessório também se conecta a rituais e espiritualidade. Há milhares de anos, o uso dos incensos era associado a um momento de conexão entre o homem e as divindades na Índia e no Egito, enquanto na Grécia e na Roma Antiga, ele era reconhecido por afastar os demônios e cultuar os deuses do Olimpo. Independente da época ou da cultura, os incensos sempre foram associados a momentos harmônicos, purificantes e de encontro consigo mesmo.

Com o passar do tempo, o acessório continuou carregando conotação mística, ritualística e religiosa. Aqui no ocidente, os incensos são muito usados para preparar ambientes para meditação e yoga, em momentos que também representam auto conexão e harmonia.

Incenso e Religião

formas de tirar o cheiro de maconha incenso

Até os dias de hoje, o incenso é um objeto vinculado a diferentes crenças. Na religião católica, esse artefato foi um dos presentes que os magos do Oriente deram ao menino Jesus quando foram ao seu encontro. Atualmente, o incenso tem um significado de adoração no cristianismo, e seu uso é um símbolo de oração, além de ser aproveitado também para incensar o altar, a cruz e as oferendas durante a celebração.

No Candomblé e na Umbanda, o incenso tem conotação espiritual e possui a função de acalmar, energizar, purificar e harmonizar o corpo das pessoas que frequentam o terreiro, além de eliminar os males de todo o ambiente.

Para a maioria das religiões, o incenso deve ser usado com cautela e por isso, os motivos do uso devem estar bem estabelecidos. Algumas pessoas especulam que seu uso é pecado, mas na verdade, devido aos diversos significados espirituais que são atribuídos ao incenso, considera-se que ele não pode ser usado com intenções desconexas ou sem nenhum propósito.

Aromas e suas finalidades

Além do perfume dos incensos, outro assunto que chama muita atenção é a indicação de cada um. Em cenários ritualísticos, cada aroma costuma ser sugerido para uma finalidade, o que desperta a curiosidade dos interessados pelo acessório. Há fragrâncias calmantes, outras mais intensas, que são indicadas para diferentes momentos e objetivos. Seguem as sugestões:

  • Meditação e espiritualidade: alfazema, lírio, mirra, acácia, camomila, erva doce
  • Paz, harmonia e equilíbrio: camomila, alecrim, alfazema, arruda, citronela, erva doce, eucalipto, flor de laranjeira, flor de lótus, lírio, rosas, sândalo, violeta
  • Afeto, amor e romance: alfazema, almíscar, dama da noite, jasmim, patchouly, rosas, verbera
  • Sensualidade: almíscar, dama da noite, jasmim, rosa, patchouly, orquídea
  • Bem-estar: pitanga, maçã, mirra, erva cidreira
  • Prosperidade e riqueza: âmbar, canela, verbera, noz moscada

Os incensos e a cannabis

Devido as suas propriedades aromáticas, os incensos vêm sendo usado como purificador de ambientes para neutralizar odores desagradáveis ou indesejados. A cannabis é composta por diversas moléculas aromáticas, chamadas de terpenos, que são responsáveis pelo cheiro característico da planta. Muitas pessoas usam incensos para tirar o cheiro de maconha dos ambientes, seja porque elas apreciam ou porque não querem que outras pessoas sintam! Se esse é o seu caso e você nem sempre pode fumar em locais arejados, o incenso é uma opção para que o cheiro seja “substituído” por outro aroma.

Existem algumas outras opções para tirar o cheiro de maconha dos ambientes:

Palo Santo

Palo Santo é uma árvore de aproximadamente 20 metros de altura, comum na costa Oeste da América do Sul e em partes da América Central. No Brasil é mais comum na região Centro Oeste. A madeira do palo santo é aromática

dicas para desmarofar palo santo

Sálvia Branca

Considerada sagrada por povos norte-americanos, a Sálvia Branca é uma planta procedente da Califórnia que possui folhas aromáticas e potentes.

7 ervas

Como o próprio nome diz, essa opção agrega sete componentes: Breuzinho, Mirra, Olíbano, Arruda, Estoraque, Benjoim e Cabreúva. Juntos, os compostos proporcionam um aroma característico que os torna um dos mais comuns incensos.

Lavanda

Utilizado em diversos segmentos, lavandas são pequenos arbustos que possuem um aroma calmante e relaxante.

Vale lembrar que várias emoções são geradas pelo olfato e a escolha de um aroma é muito particular e depende do gosto pessoal de cada um!

Onde comprar

Há uma inúmera variedade de incensos no mercado e seus preços costumam variar bastante. Você pode encontrá-los em lojas de produtos naturais, feiras livres, mercados municipais, lojas de produtos aromáticos, lojas de presentes, tabacarias e em lojas virtuais!

Afinal, incenso faz mal?

como disfarçar o cheiro da marola

O olfato é muito ligado as nossas emoções. Aromas agradáveis realmente podem nos acalmar e trazer bem-estar. No entanto, é muito comum as pessoas se perguntarem se o incenso pode trazer algum prejuízo à saúde. Não há muitas pesquisas sobre o assunto, mas médicos alertam que pessoas com problemas respiratórios podem ter o quadro agravado quando expostas a qualquer tipo fragrância. A combustão de qualquer produto em ambientes pouco arejados pode comprometer as vias respiratórias de pessoas que já sofrem com alergias, e até ocasionar problemas mais graves como bronquites e asmas.

O ideal é sempre moderar. A exposição excessiva à fumaça e fortes fragrâncias pode desencadear problemas respiratórios. Se você é um entusiasta da prática, lembre-se sempre de estar atento a excessos e fazer o uso com moderação e segurança.

Outras opções para tirar ou camuflar o cheiro de maconha

Purificadores de ar:

Uma boa opção para quem deseja cuidar da atmosfera do ambiente, é adquirir um purificador de ar. Esses dispositivos são responsáveis por filtrar o ar do local e devolvê-lo mais purificado. Isso significa que o aparelho vai tratar o ar, remover algumas partículas nocivas à saúde, e consequentemente, tirar o cheiro de maconha no ambiente!

Outras formas de consumo da cannabis

Se o ambiente não é propício para fumar maconha, mesmo assim você não quer abrir mão da erva, é possível explorar uma série de receitas deliciosas e criativas nas quais a cannabis é um dos principais ingredientes! Brigadeiros, brownies, pipocas, manteigas, cookies são algumas das inúmeras opções disponíveis com a erva. Além disso, reduz os danos pela queima, e você ainda pode se divertir no preparo e se deliciar com o resultado!

Velas aromáticas

Na mesma estratégia de substituir os cheiros, velas aromáticas são objetos cada vez mais populares e fáceis de serem encontrados. Possuem incontáveis opções de aromas, que se dissipam pelo ambiente enquanto a vela é queimada. São mais suaves que os incensos e uma ótima opção para pessoas que não gostam de aromas fortes. São também utilizadas como decoração, pois muitas vezes vem acompanhadas de embalagens e suportes que servem como enfeites!

Óleos essenciais

Disponíveis em inúmeras possibilidades e utilizados também em contexto de cuidados pessoais, os óleos essenciais são substâncias naturais de origem vegetal, que possuem um aroma muito potente. Por meio de difusores, que evaporam e volatizam os óleos, facilmente o seu espaço fica dominado pela opção escolhida!

Cuide do armazenamento da erva

O cuidado com o recipiente que você guarda a maconha também é importante para que o cheiro não prolifere. Pote de vidro com fechamento hermético são os mais indicados para que sua erva seja conservada por mais tempo e nenhum odor desagradável dissipe devido à má conservação.

Prepare outros alimentos

Se consumir outras formas não é uma opção e você prefere fumar, aproveite e substitua o cheiro da erva pelo da sua larica! Cozinhar é uma ótima possibilidade de alteração de cheiro pois alguns alimentos possuem um aroma tão forte que são capazes de tomar conta do ambiente. Além disso, você ainda aprecia algo saboroso!

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x