Maconha vicia? Maconha causa dependência química?

Escrito por

Escrito por

Lara Santos

Tempo de leitura: 3 min

Publicado em

Assim como qualquer substância que é consumida de forma constante e abusiva, a maconha também pode gerar sintomas de dependência, mas, ao mesmo tempo, é capaz de tratar essa condição

Estudos científicos e indivíduos são divergentes quando o assunto gira em torno da dependência causada pelo uso da maconha. Muitos acreditam que sim, e que, por isso, a planta não deve ser legalizada, enquanto outros afirmam que o vício não existe ou é apenas psicológico. Não há um consenso, mas ainda é possível debater alguns fatos sobre o tema.

A dependência química pode acontecer com diversas substâncias, como álcool, nicotina, café, açúcar etc. É possível se viciar até em hábitos inseridos no dia a dia, como o uso de celular, considerado hoje uma dependência digital que até ganhou o nome de nomofobia. O que se observa, na verdade, é que existe uma possibilidade de criar dependência por uma série de coisas, mesmo inesperadas.

O médico e professor Elisaldo Carlini, um grande estudioso da cannabis, concedeu uma entrevista ao Drauzio Varela em que explicou: “Pode parecer incrível, mas há trabalhos descritos na literatura sobre a dependência, por exemplo, da cenoura. As pessoas comem tanta cenoura que ficam com a pele amarelada e, por alguma razão, impedidas de comer, entram em crise de abstinência. Há também descrição de dependência, inclusive com síndrome de abstinência, entre pessoas que tomam placebo, substância inócua que não deveria causar alteração nenhuma nesse mecanismo.”

Dito isso, pode-se dizer que o uso crônico de qualquer substância pode levar a dependência, como no caso da cannabis, mas que nem sempre leva a consequências graves.

Sintomas da dependência de cannabis

A dependência química é quando o uso da substância prejudica o dia a dia do indivíduo, afetando relações pessoais, trabalho e bem-estar, mas, mesmo quando ele tenta parar o consumo, não consegue.

No caso da cannabis, existem alguns sintomas que podem indicar uma dependência, como:

  • Desejo compulsivo pela substância;
  • Maior tolerância à substância;
  • Continuidade de uso mesmo diante de crises de ansiedade ou paranoia;
  • Desistir ou diminuir atividades para fazer uso de cannabis;
  • Consumir a planta mesmo em situações de perigo, como dirigindo;
  • Sentir sintomas como depressão ou irritabilidade quando para de usar a substância.

Vale dizer, no entanto, que apenas o uso crônico de cannabis pode causar esses sintomas de dependência. O uso esporádico ou, por exemplo, fumar uma única vez, não causa essas consequências. Ainda, é importante ressaltar que o consumo recreativo de cannabis pode causar mais dependência em usuários adolescentes ou com transtornos de humor, como a depressão.

Causas da dependência de maconha

maconha vicia

Assim como qualquer outra substância que causa dependência, a cannabis altera a função cerebral, como, por exemplo, afetando o sistema que produz dopamina. A maconha pode causar uma onda de dopamina que acaba por proporcionar um efeito psicotrópico eufórico, mas, quando o uso é constante, essa onda repetitiva pode ocasionar em níveis exacerbados dessa sensação, o que gera um certo vício.

Além disso, como o THCCBD e outros fitocanabinoides da cannabis interagem com o sistema endocanabinoide, o uso excessivo de maconha pode desregular o funcionamento dos receptores canabinoides, o que dificulta a leitura de mensagens  enviadas pelos endocanabinoides naturais do organismo. Assim, o sistema endocanabinoide fica dependente dos fitocanabinoides da cannabis e também se cria uma resistência aos efeitos psicotrópicos do THC.

Um estudo publicado em 2011, no entanto, avaliou que essas consequências não são permanentes: após quatro semanas de abstinência, os usuários de maconha terão seus receptores canabinoides regulados novamente.

Ainda, outra pesquisa mostrou que a chance de se tornar dependente de maconha é menor do que ao consumir outras substâncias, pois causa menos produção de dopamina. Enquanto o risco de desenvolver dependência em maconha é de 9%, de álcool pode chegar a 15%, cocaína 17%, heroína 23% e nicotina 32%.

CBD pode tratar dependência química?

Apesar dos estudos serem preliminares, há resultados que mostram que o CBD é capaz de tratar a dependência de cannabis, enquanto o THC pode ser uma de suas causas. A análise confirmou que, entre os participantes com vício em cannabis, doses de 400mg e 800mg de CBD foram mais efetivas para tratar a dependência do que placebo.  Essa seria mais uma das condições médicas ou comportamentais que a substância poderia servir de tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

copa do mundo e cannabis
Lara Santos

Copa do Mundo e cannabis  

Em 2022, o evento acontece em um país com regras rígidas sobre o uso de cannabis. Entenda como as seleções favoritas se posicionam a respeito da planta e como os atletas poderiam se beneficiar se o uso de CBD fosse permitido

Leia mais

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!