Como lavar a piteira de vidro: aprenda a limpar suas piteiras

Tempo de leitura: 4 min

Publicado em

Cada um tem sua melhor técnica de como limpar a piteira de vidro, aqui tentamos reunir algumas delas e dicas importantes para você estar atento.

As piteiras de vidro têm ganhado cada vez mais popularidade no Brasil e são consideradas alguns dos melhores acessórios para a reduzir os danos no consumo de maconha e outros fumígenos, porém elas oferecem um desafio único que é a parte da limpeza. Por isso, traremos nesse texto um tutorial completo de como lavar a piteira de vidro.

como lavar piteira de vidro

Você pode entender mais sobre quais são as melhores estratégias de redução nesse texto completo.

Apesar de não ser difícil você lavar sua piteira de vidro, existem alguns macetes que os usuários mais experientes possuem e que podem facilitar muito esse processo e garantir uma durabilidade maior para os seus produtos. A primeira coisa importante de se ter em mente é que cada piteira é feita de um vidro de diferente qualidade, os vidros mais porosos serão menos resistentes se não forem lavados logo após o consumo, já vidros mais grossos costumam a resistir melhor a isso.

A hora que você decide limpar sua piteira de vidro vai fazer muita diferença, isso porque se você criar o hábito de logo após o consumo de jogar a piteira em um álcool ou alguma outra das soluções que vamos indicar, você terá mais chance de limpar completamente o item, mas se deixar por muitos dias aquela melequinha secando dentro da piteira, será mais difícil de limpar esse item depois.

Soluções possíveis para limpar sua piteira:

O primeiro ponto de escolha quando você for começar o processo de lavar sua piteira de vidro é escolher qual será sua solução de limpeza. O vidro não será limpo somente com água corrente, mas existem uma série de soluções possíveis para essa limpeza. As mais conhecidas são:

Passo a passo da Kaya Mind de como lavar sua piteira de vidro:

  1. Coloque suas piteiras em uma das soluções;
  2. Deixe sua piteira por um tempo nessa solução, nossa preferência é pelo álcool isopropílico e sempre deixamos as piteiras de um dia para o outro;
  3. Caso você ache que a sujeira está muito resistente, você pode esquentar um pouco a solução, mas tome muito cuidado com isso;
  4. Na maioria das tabacarias você encontra uma escovinha interna que podem te ajudar a limpar as paredes internas da piteira se estiver muito suja;
  5. Uma vez que você esteja satisfeito com sua limpeza, passe ela em água corrente e deixe secando em um pano ou papel toalha.

Pontos importantes para olhar e ter certeza de que todos os resíduos saíram:

Muitas pessoas ainda acham que a melequinha interna que você encontra na piteira é um tipo de haxixe ou extração, porém não é verdade esse mito e pelo contrário, esse resquício existe como uma concentração das toxinas que não foram parar na sua boca ou no pulmão. Inclusive, uma das grandes partes dessas melequinhas costuma a ser um concentrado de alcatrão, uma das substâncias mais tóxicas do cigarro.

No nosso guia de filtros e piteiras você encontra as melhores informações para escolher sua piteira, seja de vidro ou outro material.

Para quem não mistura tabaco na sua erva de escolha, essas substâncias costumam a aparecer menos ao longo da piteira, porém é interessante observar como sua piteira vai estar ao final do seu fumo, quanto mais escura e com mais resíduo, menor a qualidade da erva que foi colocada.

Muitos desses solventes que nós sugerimos podem ser esquentados para melhorar o processo de limpeza, porém isso deve ser feito com MUITO cuidado uma vez que o álcool e a acetona principalmente não devem chegar ao ponto de fervura e são inflamáveis, ou seja, não devem ter contato com fogo ou superfícies muito aquecidas para não correr o risco de levantar chamas.

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Maria Riscala

Temple Ball: aprenda tudo sobre esse tipo de haxixe

Explore o mundo fascinante das Temple Balls: de sua rica história, ligada ao lendário Frenchy Cannoli, até dicas práticas de uso e aplicação medicinal. Descubra como esta antiga arte pode enriquecer sua experiência com cannabis.

Leia mais

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!

    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x