Farmácia de manipulação consegue autorização para manipular derivados da cannabis

Tempo de leitura: 4 min

Publicado em

Conhecidas em todo o Brasil, as farmácias de manipulação são cada vez mais populares e agora também atuam no setor da cannabis.

Marcando presença em todas as regiões do Brasil, as farmácias magistrais, conhecidas popularmente como farmácias de manipulação, são uma categoria diferente das drogarias convencionais. Nesse texto, aprenda sobre os diferenciais desses estabelecimentos, quais são principais benefícios que eles podem proporcionar, e qual a relação das farmácias de manipulação com os produtos à base de cannabis.

Desde a pré-história, o homem já buscava compreender a forma que os insumos disponíveis na natureza poderiam colaborar o tratamento de suas enfermidades. No século XVI, o estudo dos medicamentos foi impulsionado, e em meados de 1970, as farmácias de manipulação foram criadas e delimitadas como atividade exclusiva do profissional farmacêutico. Diferente das drogarias convencionais, que comercializam produtos com fórmulas pré-estabelecidas, em embalagens já prontas, as farmácias de manipulação produzem fármacos personalizados para seus clientes.

No Brasil, há cerca de 13.400 empresas registradas como farmácias de manipulação, seja como atividade primária ou secundária, com destaque em números absolutos para os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. (Casa dos Dados, 2023).

farmacias de manipulação e cannabis
Fonte: Kaya Mind, com dados da Casa dos Dados, em janeiro de 2023.

Mas por que recorrer a uma farmácia de manipulação?

  • A manipulação possibilita que os farmacêuticos personalizem a dosagem de um medicamento de acordo com as necessidades individuais de cada paciente. É possível que algumas pessoas necessitem de sua medicação em dosagem diferente da disponível em farmácias convencionais.
  • Muitas pessoas são alérgicas ou sensíveis a determinados elementos presentes nos medicamentos vendidos em farmácias convencionais. Essas propriedades podem ser removidas ou substituídas em um medicamento manipulado.
  • Medicamentos manipulados podem ser ideais para pacientes que não capazes de engolir comprimidos, como idosos ou crianças pequenas, e precisam de outra forma farmacêutica como cremes, soluções orais, e pomadas como alternativa.
  • Por meio da manipulação, é viável a associação de vários ativos na mesma fórmula, diminuindo a quantidade de medicamentos a serem ingeridos durante um intervalo de tempo.
  • É possível também que produtos voltados para estética e cuidados pessoais sejam produzidos por farmácias de manipulação, obedecendo a particularidade de cada cliente.
  • No caso de medicamentos que estão em falta em farmácias convencionais, se a farmácia de manipulação tiver a matéria-prima necessária, o medicamento poderá ser manipulado.
  • No Brasil, produtos de uso veterinário também podem ser produzidos por farmácias de manipulação, levando em consideração as necessidades do animal de estimação.
  • Produtos manipulados são produzidos na quantidade e na dosagem específica para determinado tratamento, e dessa forma evitam desperdícios e o descarte de elementos e resíduos que podem contaminar e sobrecarregar o meio ambiente.

Vale destacar que o médico e o farmacêutico atuam conjuntamente nesse setor, e grande parte dos medicamentos contam com a necessidade de prescrição médica para que sejam manipulados.

Mas as farmácias de manipulação podem manipular derivados da cannabis?

Sabemos que produtos à base de cannabis podem trazer inúmeros benefícios para a saúde e são considerados medicamentos importantíssimos no tratamento de diagnósticos específicos. Caso sejam prescritos, as farmácias de manipulação podem ser uma via de acesso a esses produtos.

Apesar de a atual RDC 327 de 2019 proibir expressamente a dispensação por essas farmácias, muitas têm conseguido autorização por meio da via judicial, porque existe lei federal específica no país que trata sobre o tema e iguala as possibilidades de dispensação entre farmácias com e sem manipulação, tornando ilegal a vedação trazida pela Anvisa.

Por esse motivo, é esperado que a agência, que está atualmente revisando a norma, apresente atualizações nos próximos meses para facilitar e regularizar a situação das farmácias de manipulação, diminuindo a pressão sobre o judiciário e aumentando sua capacidade de fiscalizar os insumos e produtos.

A Kaya Mind já entrou em contato com mais de 100 dessas farmácias e percebeu que o mercado se inicia aos poucos, com dezenas delas já tendo realizado alguma venda, além de algumas redes de farmácias de manipulação que já começam a se movimentar.

Esse setor como um todo registrou faturamento anual de 9,58 bilhões de reais, em 2021, com taxas de crescimento anual maiores que o PIB nacional desde 2017 (Anfarmag, 2022).

Com a adição dos derivados medicinais da cannabis as possibilidades de manipulação, o faturamento dessas farmácias tende a ser impulsionado, criando uma relação de benefício mútuo entre os dois mercados.

Você gostaria de saber mais sobre o mercado de cannabis medicinal? Acompanhem nossas redes e sigam nossos conteúdos no site para mais informações relevantes. Até mais!

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x