Importância e impacto da imprensa no mercado da cannabis 

Tempo de leitura: 2 min

Publicado em

O que se veicula de notícias a respeito da cannabis é um fator essencial para o crescimento do setor no Brasil

A imprensa influencia e muito a opinião da sociedade a respeito de qualquer assunto. Portanto a relação entre cannabis e imprensa, não poderia ser diferente. Pode-se dizer, portanto, que o que se noticia nos veículos jornalísticos é decisivo para efetivas mudanças regulatórias nos países. Por isso, a Kaya Mind decidiu analisar como a mídia brasileira se comporta quando o tema é a planta.  

Foram mapeadas mais de 250 mil matérias com os termos “canabidiol, canabis, cânhamo, cannabis, haxixe, maconha, semente de maconha” publicadas de 2018 a julho de 2022, sendo que, destas, foram analisadas mais de 30 mil com base nos seus teores negativos e positivos e seus temas e subtemas. 

Teores das matérias sobre cannabis 

Percebeu-se que as matérias com teor negativo costumam ser sobre apreensões de maconha ou prisões e violências ligadas à planta, enquanto as com teor positivo abordam assuntos relacionados ao mercado da cannabis legal, à casos de sucesso com o uso medicinal da planta, e a empresas e empresários ligados ao ramo. Leia esse texto sobre como a palavra “maconha” pode incitar algo negativo e a palavra “cannabis”, positivo. 

No período analisado, as matérias com teor negativo eram maioria, mas, de janeiro de 2021 a julho de 2022, houve um aumento significativo de matérias com teor positivo – ainda que as negativas continuem predominantes. 

Isso significa que o tema da cannabis vem pegando tração no mercado brasileiro e que há maior aceitação do assunto entre os veículos e, consequentemente, a sociedade. Com a regulamentação, a tendência é que as notícias positivas aumentem e sejam predominantes, tanto porque haverá menos espaço para violência e tráfico relacionado às drogas quanto porque será importante para o desenvolvimento do setor. 

Temas principais relacionados à cannabis na mídia 

Além dos teores de cada notícia, também foram analisados os seus temas principais, afinal, a cannabis pode desdobrar em uma variedade de assuntos. Observou-se que a maioria das matérias é sobre apreensões, o que justifica a predominância de matérias com teor negativo, e, em seguida, aparece o tema das leis e consumo, que apresenta maior positividade. 

O tema das apreensões ainda é muito veiculado, pois, além de existirem muitas apreensões de fato, é muito sensacionalista, atraindo curiosidade do leitor e, portanto, mais cliques e maior audiência. Já o de leis e consumo está muito presente, porque diante de novidades e avanços regulatórios, vem se discutindo a respeito desses assuntos. 

cannabis e imprensa

A partir dos resultados das análises, vê-se que a imprensa ainda contribui fortemente para o desconhecimento e má reputação da cannabis ao dar prioridade de divulgação de notícias com temas de teor negativo. Ao mesmo tempo, é possível ver uma crescente quantidade de matérias publicadas a respeito da planta e uma menor participação de notícias com teor negativo com o passar dos anos, o que significa uma aceitação do assunto mais ampla por parte da sociedade, mesmo que de forma lenta. 

Para ter mais propriedade sobre imprensa e cannabis, acesse o nosso relatório gratuito “Anuário da Cannabis no Brasil”.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!