Linalol: Conheça as características do terpeno

Tempo de leitura: 3 min

Publicado em

O terpeno responsável pela popularidade da lavanda é encontrado na cannabis e provoca efeitos fascinantes.

Os terpenos, como o linalol, são compostos orgânicos encontrados em plantas, responsáveis por uma variedade de aromas e sabores. A cannabis é uma planta repleta estruturas que exercem essas funções. Como é a maconha muito heterogênea, composta por uma variedade de subespécies, os tipos de terpenos podem variar muito, mas um dos mais conhecidos é chamado de Linalol. Nesse texto, vamos entender mais detalhes sobre os terpenos canábicos e explorar as características dele.

Terpenos canábicos

A cannabis é uma planta reconhecida por seu alto nível de terpenos e ampla variedade. Como são responsáveis por sensações como aroma e sabor, os terpenos canábicos também estimulam efeitos fisiológicos importantes, que variam conforme o perfil de planta. 

No âmbito medicinal, a compreensão mais aprofundada sobre os terpenos colabora na prescrição mais precisa, que pode auxiliar no desempenho final da terapêutica utilizada. Isso nos mostra que os terpenos são importantes na modulação das propriedades terapêuticas e exercem funções relevantes na saúde  

Estudos mostram que níveis mais elevados de terpenos podem favorecer o efeito entourage, mecanismo que potencializa os efeitos terapêuticos dos compostos da cannabis.

Por esses motivos, é fundamental que os estudos sobre os terpenos prossigam para além do entendimento dos canabinoides, pois outras estruturas provindas da cannabis podem ser úteis em alguns tratamentos. 

Linalol: características gerais 

Mais de 100 tipos de terpenos já foram encontrados na maconha. Eles são importantes na biologia das plantas, pois atuam como agentes de defesa contra herbívoros, por meio da atração de polinizadores e do combate a patógenos. Um dos terpenos mais conhecidos é o linalol. 

O linalol é um monoterpeno que pertence à classe dos álcoois terpênicos. Ele é encontrado em várias plantas, sendo mais comum em óleos essenciais de flores e folhas.  

Linalol fontes do terpeno

Fontes de Linalol 

  • Lavanda: A popularidade do linalol é atribuída a famosa lavanda, a planta repleta de florzinhas lilás muito conhecidas por seus aromas inconfundíveis e aparência delicada;
  • Manjericão: Muito popular em diversas receitas, o manjericão é rico em nutrientes e também em linalol, que faz com que a planta tenha seu mérito em relação ao sabor e aroma refrescante;
  • Alecrim: Muito utilizado na culinária e conhecido em todas as partes do mundo, o alecrim é outra erva com linalol em sua composição, o que garante seu sabor e aroma característicos. 

Principais características e propriedades do linalol

  • Aroma e sabor: O linalol possui um aroma floral doce e fresco, com notas de lavanda e citrus. Esse perfil olfativo torna o linalol um componente valioso em perfumes, produtos de cuidados pessoais e óleos essenciais;
  • Propriedades terapêuticas: O linalol tem sido estudado por suas propriedades terapêuticas, incluindo efeitos relaxantes e antiestresse;
  • Atividade biológica: Além de suas propriedades aromáticas, o linalol também exibe atividade biológica, mostrando potencial como agente antimicrobiano e anti-inflamatório;
  • Aplicações: O linalol é amplamente utilizado nas indústrias de perfumaria, cosméticos e aromaterapia. Além disso, tem sido explorado em pesquisas para aplicações farmacêuticas e terapêuticas;
  • Sinergia com outros compostos: Em muitas plantas, os terpenos, incluindo o linalol, atuam em conjunto com outros compostos para criar efeitos sinérgicos. Essa sinergia pode influenciar as propriedades terapêuticas e aromáticas globais do óleo essencial. 

É importante notar que a composição e as concentrações de terpenos podem variar entre diferentes variedades de plantas e até mesmo em plantas da mesma espécie, dependendo de fatores como o ambiente de crescimento e o estágio de desenvolvimento da planta. 

Na cannabis, cada cepa possui um perfil terpênico único, e a presença de linalol pode variar significativamente. Algumas cepas são conhecidas por terem níveis mais elevados de linalol, enquanto em outras pode estar presente em quantidades menores. Os consumidores de cannabis muitas vezes consideram o perfil terpênico ao escolher uma cepa, pois acredita-se que os terpenos, em conjunto com os canabinoides, podem contribuir para uma experiência mais completa e personalizada. 

Strains famosas que tem esse terpeno na composição

Kosher Kush
Fonte: Flora urbana

Sour Kush (Hibrida), Kosher Kush (Indica), Romulan (Indica) 

Propriedades medicinais: Estudos indicam que o linalol possui propriedades anti-inflamatóriasanalgésicas, sedativos, ansiolítico, antitumorais e antibacterianos.  Seu potencial terapêutico sugere que ele seja utilizado no tratamento de diversas condições, como dores crônicas, distúrbios do sono e transtornos psiquiátricos. 

Temperatura:  

Conhecer a temperatura do terpeno é fundamental para a sua utilização adequada. O ponto de ebulição do linalol ocorre em 198 ° C. 

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Não perca nossos conteúdos!

Se inscrevendo em nossa newsletter você fica sabendo de todas as novidades que rolam por aqui e recebe nossos relatórios e promoções em primeira mão!


    0
    Nós adoraríamos saber sua opinião, deixe seu comentário!x